Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Romanos 8:28

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Para o ministro da Saúde a Reforma Psiquiátrica veio para ficar

Para o ministro da Saúde, o desafio agora é trabalhar a promoção da saúde. Estratégia Brasileirinhos e Brasileirinhas Saudáveis é resposta do Ministério a essa necessidade
O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, comemorou, na manhã desta quarta-feira (30), os avanços na reforma psiquiátrica em curso no Brasil, que propõe a substituição da assistência centrada no atendimento manicomial por um modelo comunitário de atenção integral. “O principal [avanço] é a luta contra o estigma, o preconceito, a exclusão. Isso é vitória da sociedade brasileira. Os que pensam que um dia conseguirão estancar esse processo devem ter claro que a Reforma Psiquiátrica brasileira veio para ficar. O que nós temos que fazer é qualificá-la e aperfeiçoá-la”, afirmou o ministro Temporão, durante participação na IV Conferência Nacional de Saúde Mental Intersetorial, em Brasília.
Aos conferencistas o ministro fez um balanço das principais ações no setor. Entre os destaques está o aumento de 142,2% no investimento do governo federal na Política de Saúde Mental nos últimos sete anos, passando de R$ 619,2 milhões, em 2002, para R$ 1,5 bilhão, em 2009.
Ministério da Saúde também ampliou de 21%, em 2002, para os atuais 63% a cobertura de CAPS (Centros de Atenção Psicossocial), com o aumento de 424 para 1.541 unidades em todo o País. A meta, segundo Temporão, é chegar a 100% de cobertura.
Temporão ressaltou, ainda, que houve uma inversão importante dos investimentos federais em saúde mental. A participação dos investimentos com tratamento comunitário cresceu de 24,76% do orçamento da Política de Saúde Mental, em 2002, para 75,24%. Já os gastos com internações em hospitais psiquiátricos (os antigos manicômios) caiu de 75,24%, em 2002, para 32,4% no mesmo período. A redução dos leitos psiquiátricos acontecem de maneira gradual, à medida em que aumenta a oferta de leitos em hospitais gerais e nos CAPs.
PROMOÇÃO DA SAÚDE – A detecção precoce do sofrimento e das doenças foi apontada pelo ministro da Saúde como um dos principais desafios a serem enfrentados pela sociedade brasileira, no que diz respeito à saúde mental. “Isso significa trabalhar não apenas sobre a doença, mas evitar que a doença se instale, trabalhar na promoção”, afirmou Temporão.
Algumas iniciativas nacionais trabalham sob essa perspectiva, como é o caso do Projeto Mãe Coruja, em Pernambuco. Para fortalecer essas experiências, o Ministério da Saúde desenvolve a Estratégia Brasileirinhos e Brasileirinhas Saudáveis – Primeiros Passos para o Desenvolvimento Nacional.
A estratégia propõe que sejam trabalhadas políticas intersetoriais e transversais voltadas à mulher, principalmente durante a gestação, mas também à atenção ao parto e à capacidade das mães cuidarem de seus bebês até, pelo menos, os cinco anos de idade, sob o conceito de que é exatamente nos primeiros anos de vida que se estrutura, do ponto de vista biológico e psíquico, o que será esse futuro cidadão. “É um divisor de águas, que propõe olhar a outra ponta: os processos que levam à fragilização, à doença e ao sofrimento”, disse o ministro a uma platéia de cerca de 1.500 conferencistas.
Na avaliação do ministro, essa abordagem inovadora pode dar contribuições importantes ao esforço que vem sendo promovido pelo governo federal no enfrentamento ao crack e outras drogas.
O uso abusivo e prejudicial de drogas é um grave problema de saúde pública, que vem sendo tratado com prioridade pelo Sistema Único de Saúde. Em maio de 2010, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou um plano integrado voltado a essa questão, que tem, entre outras características, uma visão intersetorial. “Propor a internação dos dependentes em instituições como centro da estratégia é reducionista e irresponsável”, afirmou o ministro.
Entre os investimentos previstos no plano está a ampliação de 2,5 mil para 5 mil do número de leitos especializados em atendimento de usuários em hospitais gerais, o que representa recursos da ordem de R$ 180 milhões por ano, além de 136 novos CAPSad até o final de 2011, sem contar com mecanismo como Consultórios de Rua, Casas de Acolhimento Transitório e Casas de Passagem.
A Conferência Nacional de Saúde Mental, que teve início no último domingo, em Brasília, termina nesta quinta-feira, quando será aprovada uma resolução final do encontro.


fonte: http://portal.saude.gov.br/portal/aplicacoes/noticias/default.cfm?pg=dspDetalheNoticia&id_area=124&CO_NOTICIA=11504

terça-feira, 29 de junho de 2010

Brasil faz treinamento de emergências na África do Sul

Organizar grandes eventos esportivos como uma Copa do Mundo ou Olimpíadas não exige apenas planejamento econômico ou de logística, investimentos em hotéis e ginásios ou estádios. Equipes de saúde e defesa também precisam estar preparadas para enfrentar possíveis emergências.
Já com olhos para a Copa do Mundo de futebol e para as Olimpíadas, que serão realizadas no País em 2014 e 2016, respectivamente, uma delegação de técnicos do Ministério da Saúde embarcou esta semana para a África do Sul a convite da Organização Mundial de Saúde (OMS) para participar de treinamentos para enfrentar possíveis emergências públicas.
Durante nove dias, o grupo composto por 5 técnicos dos ministérios da Saúde e da Defesa irão observar e aprender sobre medidas de prevenção e controle de doenças, segurança alimentar, saúde ambiental, infra-estrutura para emergências e rede laboratorial. Eles vão visitar o Centro Nacional de Operações, o sistema de vigilância em saúde e os serviços médicos oferecidos em alguns estádios da Copa.
O coordenador adjunto do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS) do Ministério da Saúde, Fernando Barros, é importante que todos os países estejam preparados para dar respostas rápidas em casos de emergências ou grandes catástrofes, como surtos de doenças respiratórias, desastres ou ataques terroristas.
"Queremos trazer essas experiências para o Brasil, que serão muito importantes no nosso processo de preparação para os eventos esportivos que vamos receber", comenta.
Barros lembra ainda que esse tipo de evento reúne pessoas de diferentes países, com culturas distintas e, por isso, o sistema de comunicação deve ser muito eficiente. O Brasil fará o primeiro teste de um plano elaborado para enfrentar possíveis emergências no ano que vem, quando o País sediará os Jogos Mundiais Militares. O evento acontecerá no Rio de Janeiro com a participação de 6 mil atletas de 110 países.
O curso oferecido pela OMS conta com a participação de integrantes de outros países além do Brasil: Polônia, Nova Zelândia, Cingapura, Índia e Reino Unido.

fonte: http://www.revistaemergencia.com.br/site/content/noticias/noticia_detalhe.php?id=JyyAAAja

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Evento Gratuito para Enfermagem - Abordagem Terapêutica e Técnicas de Contenção Física na Emergência Psiquiátrica

Evento Gratuito
Data: 12 de julho de 2010
Horário: 9h às 12h
Local: CAPE - Centro de Aprimoramento Profissional de Enfermagem, Rua Dona Veridiana, 298 – Santa Cecília, São Paulo
Público-alvo: Enfermeiros, Técnicos de Enfermagem, Auxiliares de Enfermagem e estudantes de cursos de enfermagem
Informações: (11) 3223-7261
Inscrições somente pelo site
: intra.coren-sp.gov.br/curso-cape

Pesquisa - Mulheres acima do peso têm um risco maior de aborto após uma fertilização in vitro


Médicos britânicos acompanharam todas as 318 mulheres de uma clínica de Londres .
Os médicos já sabiam há tempos que mulheres pesadas tendem a sofrer mais com abortos e outras complicações da gestação depois de engravidar naturalmente, mas os dados quanto a técnicas de reprodução assistida eram divergentes.
Médicos britânicos acompanharam todas as 318 mulheres de uma clínica de Londres que engravidaram depois de passar por fertilização in vitro de 2006 a 2009, e dividiram-nas de acordo com o Índice de Massa Corporal (IMC).
Mulheres com IMC de 18 a 24 foram consideradas normais. As com IMC de 25 ou mais foram consideradas como de sobrepeso, e as acima de 30, como obesas.
Depois de aplicar correções estatísticas para ajustar fatores que poderiam afetar os resultados - como idade, consumo de tabaco, histórico médico - os pesquisadores determinaram que as mulheres com sobrepeso ou obesas têm muito maior risco de aborto que as magras.
A pesquisa foi apresentada em Roma, numa reunião da Sociedade Europeia de Reprodução Humana e Embriologia.
Entre as mulheres de peso normal, 22% das que usaram fertilização in vitro na clínica tiveram aborto. Mas entre as mulheres de sobrepeso e obesas, o risco foi de 33%.
Para mulheres que conceberam naturalmente, a taxa de aborto pode variar de 4% a 23% durante o primeiro trimestre, dependendo da idade e histórico médico. Especialistas dizem que o risco para mulheres acima do peso ou obesas pode ser de três a quatro vezes maior que para mulheres de peso regular.
"Um dos melhores tratamentos de fertilidade é perder peso", disse o médico .Richard Grazi, diretor de infertilidade e endocrinologia reprodutiva do Centro Médico Maimonides, de Nova York, e que não tomou parte no estudo.


fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,risco-de-aborto-apos-inseminacao-artificial-e-maior-em-mulheres-acima-do-peso,573213,0.htm

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Pesquisa - Café ajuda a prevenir câncer de boca e faringe


Pessoas que bebem café regularmente têm 39% menos chances de desenvolver câncer de boca ou faringe. É o que mostra um estudo americano divulgado pela revista Cancer Epidemiology, Biomarkers & Prevention. As conclusões têm como base a análise de nove estudos anteriores e foram reveladas pela Associação Americana de Pesquisa para o Câncer.
"Já que o café é tão amplamente consumido e a taxa de sobrevivência de pacientes que sofram desses tipos de tumores é relativamente baixa, nossas conclusões têm implicações importantes para a saúde pública e precisam ser aprofundadas", disse Mia Hashibe professora-assistente do departamento de família e medicina preventiva da Universidade de Utah, que liderou o estudo.
"O que torna nossos resultados tão singulares é o fato de termos utilizado uma amostragem muito ampla e, já que combinamos os dados de diversos estudos, ganhamos mais poder estatístico para relacionar o café e o câncer”, completou Mia.
Uma série de estudos recentes sugerem que o consumo de café ajuda a evitar o surgimento de tumores, incluindo os de próstata e cérebro. Outras pesquisas concluíram, ainda, que o café combate a depressão, protege o corpo contra a perda de memória e reduz as chances de câncer de fígado.
Algumas pesquisas, porém, apontam os riscos do consumo da bebida em excesso. Uma pesquisa publicada em 2007 sugere que mulheres grávidas que bebam muito café têm maiores chances de darem à luz bebês com pouco peso. o estudo mostra ainda que as mulheres que bebem quatro ou mais xícaras por dia apresentam problemas de fertilidade.

fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/saude/cafe-ajuda-prevenir-cancer-boca-faringe-571550.shtml

Curso Online de Drenagem Linfática Corporal - Carga Horária: 60 horas

Educação a Distância

O curso Drenagem Linfática Corporal por meio da Educação a Distância oferece ao profissional o conhecimento sobre fisiologia do sistema linfático, indicações drenagem linfática, gânglios linfáticos, técnicas de drenagem linfática e muito mais.

Conteúdo Programático do curso online Drenagem Linfática Corporal


•Sistema tegumentar
•Pele
•Sistema linfático
•Fisiopatologia do edema
•Obstrução da drenagem linfática
•A massagem terapêutica
•A drenagem linfática manual
•Indicações
•Contra-indicações
•Componentes da drenagem linfática manual
•A drenagem linfática reversa
•Medidas complementares para o tratamento do linfedema
•Avaliação físico-funcional para realização da drenagem linfática
•Modelo de protocolo de avaliação físico-funcional
•Requisitos para a massagem de drenagem linfática manual
•Autopreparação
•Palpação e desenvolvimento da percepção sensorial
•Exame do paciente a cada atendimento
•Técnicas de drenagem linfática manual
•Principais manobras da DLM segundo o método Leduc
•Principais manobras da DLM segundo o método Vodder
•Método Ganância
•Método Godoy
•Seqüência de manobras de drenagem linfática manual corporal
•Drenagem da mama
•Drenagem dos membros superiores
•Drenagem do abdômen
•Drenagem da região glútea
•Drenagem dos membros inferiores
•Drenagem da região dorsal
•Pressoterapia
•Técnicas de aplicação
•Precauções
•Depressodrenagem linfática (dermotonia)
•Técnicas de aplicação
•Drenagem linfática seqüencial (eletroestimulação russa)
•Técnicas de aplicação
•Precauções
•Bibliografia consultada.

MAIS INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES ACESSE:

http://www.portaleducacao.com.br/estetica/cursos/204/curso-de-drenagem-linfatica-corporal/afiliado/3018

Curso Online de Massoterapia com Pedras Quentes, Frias e Argila - Carga Horária: 60 horas

Educação a Distância

O curso Massoterapia com Pedras Quentes, Frias e Argila por meio da Educação a Distância oferece ao profissional de medicina alternativa o conhecimento sobre pedras, natureza, argiloterapia, marmas e muito mais.

Conteúdo Programático do curso online Massoterapia com Pedras Quentes, Frias e Argila


•Introdução aos conhecimentos holísticos;
•Paradigma cartesiano e paradigma holístico;
•A natureza do ser humano;
•Argiloterapia;
•Histórico;
•Terapia das pedras;
•Histórico;
•O poder curativo da terra;
•As energias da argila;
•Tipos de argila;
•Ação terapêutica da argila;
•Aplicações clínica apenas com argila;
•Tipos de pedras;
•Preparação para o tratamento;
•Indicações da massagem com pedras;
•Contra-indicações;
•Ação terapêutica;
•Marmas;
•Tabela dos marmas;
•Tratamento (sequência da massagem);
•Artigo para estudo;
•Referências bibliográficas.

MAIS INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES ACESSE:

http://www.portaleducacao.com.br/fisioterapia/cursos/119/curso-de-massoterapia-com-pedras-quentes-frias-e-argila/afiliado/3018

sábado, 19 de junho de 2010

Apenas 12 de 80 motolâncias circulam em São Paulo


Das 80 motolâncias recebidas pela Prefeitura de São Paulo para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), apenas 12 estão circulando pela cidade. As motos, usadas para agilizar o atendimento, foram entregues pelo Ministério da Saúde entre abril e dezembro do ano passado, mas 68 delas estão paradas, aguardando a capacitação de médicos e enfermeiros para poderem ser guiadas.
A Polícia Rodoviária Federal, responsável pelo treinamento, afirma que desde o início de março aguarda a formação de novas turmas para iniciar os cursos, que têm 50 horas de duração. Para ser condutor de motolância, segundo o programa do ministério, é preciso ser técnico em enfermagem ou enfermeiro.
Embora tenha a expectativa de colocar todas as motos nas ruas até o fim do ano, a Secretaria Municipal da Saúde diz não ter previsão de quando isso ocorrerá. Segundo nota da pasta, 24 profissionais já foram habilitados. Outros 14 inscritos aguardam "agendamento de data" para o curso. A Prefeitura não diz desde quando essa relação existe. Cada motocicleta é usada por dois pilotos, que se revezam em escalas de trabalho. Assim, esses 14 profissionais treinados utilizariam sete motos.
Hoje, os socorristas do Samu levam em média 16 minutos para chegar ao local de um acidente. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o tempo médio do atendimento feito por motociclistas de resgate é de cinco minutos, três vezes menor que o de um carro. A meta, segundo a Prefeitura, é chegar a 10 minutos até 2012.

Convênio

O convênio entre o Ministério da Saúde e a Polícia Rodoviária para capacitação de motociclistas de resgate foi firmado em maio de 2009, depois da compra das motos, ocorrida a partir de 2007, segundo o Ministério da Saúde. Até agora foram distribuídas 400 motolâncias às 27 unidades federativas do País. São Paulo é o Estado que recebeu mais unidades: 111.

fonte: http://www.revistaemergencia.com.br/site/content/noticias/noticia_detalhe.php?pagina=2&id=JyyAJaja

Samu tem aumento de 128% nas chamadas após jogo do BRASIL

As comemorações da vitória do Brasil no jogo de estreia na Copa do Mundo, nesta terça-feira, 15, causaram um aumento de 128% no número total de ligações recebidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192). Foram registradas 662 chamadas entre 17h30 e meia-noite deste dia, enquanto que na segunda-feira, 14, no mesmo intervalo, foram 290 ligações recebidas.
No dia do jogo, o número de chamadas reguladas pelos médicos plantonistas teve um aumento de 382%, ou seja, este tipo de atendimento quase que quintuplicou nas horas que sucederam a partida. Foram realizadas 376 regulações, contra 78 no mesmo horário do dia anterior.
Na terça-feira, 15, foram feitos 47 envios de ambulância. Os motivos dos atendimentos foram diversos, sendo que a maioria foi de acidentes de moto, 13, agressões físicas (sete) e quedas (cinco). Também houve atendimentos clínicos, obstétricos, psiquiátricos e outros.

Trotes

O número de trotes manteve a mesma média nos dois dias (segunda e terça), 203 e 218, respectivamente. Mas ainda preocupa, pois, segundo a coordenadora do Samu 192, Engre Beilke, linha ocupada durante um trote pode significar um paciente sem atendimento. "As ligações indevidas acabam ocupando nossas linhas telefônicas e isso pode trazer algumas dificuldades, como atraso no atendimento de quem realmente precisa do serviço", afirma ela.
A coordenadora lembra que o Samu 192 é um serviço que atende somente os casos de urgência e emergência, que são os que podem promover um risco de morte para a pessoa ou de sequela irreparável, como: traumas por acidentes, vítimas de arma branca ou arma de fogo, queda por altura, paradas respiratórias e crises convulsivas. Ou seja, pessoas que necessitam de socorro imediato. "Vale esclarecer que os municípios possuem ambulâncias para o transporte sanitário para os casos menos urgentes", informa Engre.

Manter a calma durante a ligação

Outro problema apontado por ela é a dificuldade de algumas pessoas que acionam o serviço em repassar as informações necessárias. "Precisamos do apoio da população, que deve manter-se calma e passar o máximo de informações possível. Quanto mais calma a pessoa se mantiver, mais rápido o médico define se o caso é de envio de ambulância e de qual tipo: unidade de suporte básico ou avançado", esclarece a coordenadora.
De acordo com Engre, se o familiar ou a pessoa que fez a ligação estiver muito nervoso, é recomendável que ele passe o telefone para alguém que esteja mais calmo e em condições de receber as primeiras orientações. Enquanto a ambulância é encaminhada ao local, o médico regulador continua a passar instruções para amparar a vítima.


fonte: http://www.revistaemergencia.com.br/site/content/noticias/noticia_detalhe.php?id=JyyAAJjy

Venda de antibióticos deve ser regulada a partir de setembro

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) iniciou o processo que vai tornar a venda de antibióticos controlada no Brasil. A medida será adotada a partir de setembro e, dessa maneira, esses medicamentos poderão ser vendidos somente com receita médica, assim como nos EUA e Europa.
No Brasil, 40% dos remédios consumidos são antibióticos e 70 milhões de unidades foram vendidas somente em 2008, movimentando a quantia de R$ 760 milhões, de acordo com o IMS Health. Será realizada uma consulta pública sobre decisão que será publicada no Diário Oficial da União, que poderá ser prorrogada por 30 dias. Se a medida for aprovada, as farmácias também deverão recolher dados da prescrição.
“Muitas vezes as pessoas preferem usar o antibiótico, já que a cura é mais rápida, para uma dor que poderia ser tratada com anti-inflamatório. Porém, é necessária uma orientação médica para que o antibiótico seja tomado da maneira correta para fazer efeito, e não tornar a bactéria mais forte e resistente”, explica a farmacêutica Karen Borges. No entanto, apesar de considerar a ação positiva, ela afirma que talvez haja certa resistência dos farmacêuticos em relação à aprovação da medida.

fonte: http://www.jmonline.com.br/novo/?noticias,7,SA%DADE,29489

Curso de Oncologia - Evento gratuito

Curso de Oncologia

Data: 19 de junho
Horário: das 09h às 15h
Inscrições: www.hospitalbandeirantes.com.br
Local: Auditório do Hospital Bandeirantes
Público alvo: enfermeiros, médicos, farmacêuticos, fisioterapeutas e nutricionistas
Informações: (11) 3345-2219 // www.hospitalbandeirantes.com.br
* No dia do curso, o Hospital Bandeirantes estará recebendo doações de produtos de limpeza e higiene e alimentos não-perecíveis. As doações serão revertidas para a Associação para Pesquisa e Assistência em Transplante (APAT).

Eventos CAPE – Centro de Aprimoramento Profissional de Enfermagem Wanda de Aguiar Horta

Espiritualidade no Processo de Cuidar


Evento gratuito

Data: 21/06/2010
Horário: de 13h30 às 18h.
Local: CAPE – Centro de Aprimoramento Profissional de Enfermagem Wanda de Aguiar Horta
Rua Dona Veridiana, 298 – Santa Cecília, São Paulo
Público-alvo: Enfermeiros, Técnicos de Enfermagem, Auxiliares de Enfermagem e estudantes de nível médio e superior
Inscrições via e-mail: abrate@abrate-br.org.br . Informar nome completo, e-mail, categoria profissional, local de trabalho, telefone de contato e celular
Informações: (11) 3223-7261; 3415-5642



Curso de coordenação de centro de pesquisa


Data: 26/06/2010
Horário: de 9:00 às 17:00.
Local: CAPE – Centro de Aprimoramento Profissional de Enfermagem Wanda de Aguiar Horta
Rua Dona Veridiana, 298 – Santa Cecília, São Paulo
Público-alvo: Enfermeiros e graduandos de Enfermagem
Investimento : R$ 150,00 Enfermeiros R$ 125,00 Estudantes
Inscrições via e-mail: sobepec@coren-sp.gov.br



A segurança do paciente na terapêutica transfusional

Evento gratuito
Palestrante: Dr. Enfermeiro Leandro Ramos dos Santos
Data: 28/06/2010
Horário: das 14h às 18h
Local: CAPE - Rua Dona Veridiana, 298, Santa Cecília, São Paulo
Publico Alvo: Enfermeiro, Técnicos de Enfermagem, Auxiliares de Enfermagem e estudantes
Inscrições e informações: abrate@abrate-br.org.br // (11) 3223-7261 e (11) 3415-5642
Informar: nome completo, e-mail, categoria, local de trabalho, telefone de contato, celular



III Simpósio Brasileiro de Estomaterapia
II Jornada de Estomaterapia em Oncologia
IV Encontro de Pesquisa
Tema: Estomaterapia em Diabetes e Oncologia

Data: 21 a 23 de novembro de 2010
Local: CAPE - Rua Dona Veridiana, 298, Santa Cecília, São Paulo
Informações: Associação Brasileira de Estomaterapia: eventos@sobest.org.br



fonte: www.coren-sp.gov.br

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Eu mereço um netbook!

Eu mereço um Netbook

EIII VOCÊEEE!!!! VOCÊE MESMO!!!! QUE ESTÁ LENDO ESTA POSTAGEMM ÉEE CARA... VOCÊ QUE ME DARÁ O NETBOOK... VOCÊ AINDA NÃO ACREDITA!! VAMOS FAZER UMA APOSTA!! VOTA NESSA POSTAGEM E VERÁ NA HORA DO GRANDE ESCOLHIDO... QUE SEREI EU!! E O SEU PRÊMIO QUER SABER!! VOTA AÍ QUE NA HORA DO SORTEIO VOCÊ SÓ VOCÊ SABERÁ!! TE GARANTO OBRIGADUUUUUUU!!!!!

Pesquisa vai monitorar coração dos brasileiros durante a Copa


O Hospital de Clínicas de Porto Alegre e mais de 16 importantes instituições de saúde brasileiras estão reunidos em uma pesquisa sobre Copa do Mundo e o coração.
Na Copa do Mundo de 2006, uma pesquisa feita na Alemanha mostrou que nos dias de jogos da seleção alemã, o número de infartos e derrames, foi três vezes maior do que nos outros dias.
Com base neste dado, estudiosos apontam que a Copa do Mundo pode ser considerada um problema de saúde pública. Por isso uma pesquisa será feita para monitorar o coração dos brasileiros durante na véspera e nos dias de jogos da seleção canarinho.
Segundo os médicos, o estresse emocional provocado por um jogo de futebol libera substâncias no organismo que podem fazer mal à saúde, como informou a TV Bandeirantes, no Rio Grande do Sul.
Para os estressados a recomendação é evitar o cigarro, álcool e comida gordurosa, que combinados com emoção formam um coquetel perigoso para o coração.

fonte: http://www.band.com.br/jornalismo/saude/conteudo.asp?ID=316908

Download livros grátis


Sites para Baixar livros grátis

www.ebooksbrasil.org/nacionais/ebooklibris.html

www.culturabrasil.org/download.htm

www.ateus.net/ebooks/index.php

books.google.com/

www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/PesquisaObraForm.jsp

Curso Online de Marketing Pessoal - Carga Horária: 40 horas


O curso aborda como trabalhar a imagem pessoal em favor de novas oportunidades e negócios.

Conteúdo Programático do curso online Marketing Pessoal

Definições de Marketing Pessoal;
Marketing Pessoal para o Novo Mercado de Trabalho;
Ferramentas para o Marketing Pessoal;
A Comunicação a Seu Favor;
A Comunicação e a Capacidade de Realização;
O Primeiro Contato;
Como Encantar;
O Poder da Palavra;
Como se Apresentar e Aparecer;
Seu Plano de Marketing.

MAIS INFORMAÇÕES E MATRÍCULAS ACESSEM O SITE

http://www.portaleducacao.com.br/administracao/cursos/205/curso-de-marketing-pessoal/afiliado/3018

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Enfermagem Cidadã discute sobre Resíduos Hospitalares - Evento Gratuito


Em um tempo que as empresas estão cada vez mais pressionadas sobre as questões de sustentabilidade e desenvolvimento sustentável, os resíduos hospitalares são um dilema constante nos hospitais. E este será o tema do próximo curso do Programa Enfermagem Cidadã, que acontece no dia 29/06 das 14h às 18h no Centro de Aprimoramento Profissional de Enfermagem (CAPE).
Os estudantes e profissionais de enfermagem irão conhecer mais sobre tipos de resíduos, qual a legislação aplicável, quais responsabilidades de quem faz o descarte de resíduos e sua classificação, segregação, acondicionamento, o que é RSS, entre outros itens pertinentes à categoria.
O curso faz parte do Projeto Enfermagem Cidadã, uma realização do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP) com o apoio do Centro de Aprimoramento Profissional do Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (COREN/SP). Cada curso tem duração de quatro horas e já tem programação prevista até o final do ano.

As inscrições devem ser feitas no: www.enfermagemcidada.com.br

Serviço:



Resíduos Hospitalares

Data: 29 de junho

Horário: das 14h às 18h

Local: Centro de Aprimoramento Profissional de Enfermagem (CAPE)

Endereço: Rua Dona Veridiana, 298 – Santa Cecília, São Paulo (Próximo a estação Santa Cecília do Metrô)


Enfermagem Cidadã, acontece no dia 29/06/2010 e o tema será “Resíduos Hospitalares”
Lembrando que o curso é gratuito e que há entrega de certificado após o curso.
As inscrições poderão ser feitas até o dia 28/06.




Sobre o SEESP

O Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP) é uma entidade de classe representativa a única que pode, legalmente, atuar em prol do maior exército da classe de saúde: 67 mil enfermeiros apenas no Estado de São Paulo.



RS Press Comunicação
Fones: (11) 3868-2505 ou (11) 3672-4197
Ricardo Lauricella – ricardo@rspress.com.br
Diego Garcia – diego@rspress.com.br
Fernanda Abreu – fernanda@rspress.com.br
Siga-nos no Twitter: @rspressweb

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Mensagem de Reflexão - DEUS CAPACITA OS ESCOLHIDOS


É hora de pararmos para pensar e refletir no que Deus quer nos mostrar, reparto com vocês essa linda mensagem.

Conta certa lenda,que estavam duas crianças patinando num lago congelado.
Era uma tarde nublada e fria e as crianças brincavam despreocupadas.
De repente, o gelo se quebrou e uma delas caiu, ficando presa na fenda que se formou.
A outra, vendo seu amiguinho preso e se congelando, tirou um dos patins
e começou a golpear o gelo com todas as suas forças, conseguindo por fim
quebrá-lo e libertar o amigo.
Quando os bombeiros chegaram e viram o que havia acontecido,
perguntaram ao menino:
- Como você conseguiu fazer isso?
É impossível que tenha conseguido quebrar o gelo,
sendo tão pequeno e com mãos tão frágeis!
Nesse instante, um ancião que passava pelo local,
comentou:
- Eu sei como ele conseguiu.
Todos perguntaram:
- Pode nos dizer como?
- É simples - respondeu o velho.
- Não havia ninguém ao seu redor,
para lhe dizer que não seria capaz.

"Deus nos fez perfeitos e não escolhe os capacitados,

CAPACITA OS ESCOLHIDOS.
Fazer ou não fazer algo só depende
de nossa vontade e perseverança


Mt 22:14- Porque muitos são chamados.
MAS POUCOS OS ESCOLHIDOS.

Confie...

As coisas acontecem na hora certa.
Exatamente quando devem acontecer!
Momentos felizes, louve a Deus.
Momentos difíceis, busque a Deus.
Momentos silenciosos, adore a Deus.
Momentos dolorosos, confie em Deus.
Cada momento, agradeça a Deus.


Thais Travaglia

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Projeto de lei quer que assédio moral seja tratado como acidente de trabalho

Os deputados federais Roberto Santiago, Ricardo Berzoini, Pepe Vargas, Jô Moraes e Paulo Pereira da Silva entregaram, ao presidente da Câmara Michel Temer, 19 projetos de lei que tratam da alteração da Legislação Previdenciária. O pacote de projetos previdenciários tem como objetivo acelerar alterações que beneficiem, a curto prazo, a proteção previdenciária aos trabalhadores brasileiros.
Um dos destaques entre os projetos é considerar como acidente de trabalho as ofensas morais, conhecida como assédio moral, e garantir ao trabalhador a proteção equivalente a um acidente com consequências físicas, conforme a justificativa do Projeto de Lei 7202. Na justificativa, os deputados defendem que o assédio moral ou violência moral no trabalho não é um fenômeno novo. "Por constituir uma violência psicológica, pode causar danos à saúde física e mental, não somente daquele que é atingido, mas de todo o coletivo que testemunha esses atos", defendem os deputados. Por isso, caso o projeto seja aprovado vai equiparar assédio moral a acidente de trabalho.
Outro exemplo, é o Projeto de Lei 7220/2010 que trata da multa por falta de comunicação de acidente de trabalho, quando constatar ocorrência de nexo técnico epidemiológico entre o trabalho e o agravo, decorrente da relação entre a atividade da empresa e a entidade mórbida, ou seja, doença ou síndrome que seja motivadora da incapacidade do profissional de acordo com a Classificação Internacional de Doenças. O projeto amplia a participação dos profissionais de saúde na perícia da Previdência Social. E o PL 7219 amplia a participação dos sindicatos no acompanhamento da cobrança de multas pela Previdência Social.
Destaca-se, também, o Projeto de Lei 7214 que deixa a critério do segurado escolhar qual a forma mais conveniente de se relacionar com a Previdência Social, seja por intermédio do convênio da empresa, sindicato ou entidade de aposentados ou através do Instituto Nacional de Seguro Social.
"A iniciativa dos deputados é responder às necessidades de modernizar e atualizar a proteção previdenciária dos trabalhadores nos seus locais de trabalho, que além dos riscos físicos, que precisam ser melhor detalhados, também sofrem consequências do assédio moral", explica Roberto Santiago.


fonte: http://www.protecao.com.br/site/content/noticias/noticia_detalhe.php?pagina=4&id=AQjgJa

Trabalhador tem direito a intervalo em jornada superior a seis horas

Para o bem da saúde física e mental, o empregado que trabalha diariamente mais de seis horas contínuas deve repousar e descansar pelo tempo mínimo de uma hora, como nos casos da jornada de 12x36. Com esse entendimento, fundamentado no artigo 71, "caput", da CLT, a 8ª Turma do TST reformou decisão regional e concedeu indenização a um empregado da empresa goiana Servi Segurança e Vigilância de Instalações Ltda., que trabalhou sem fazer o intervalo.
O intervalo para o descanso ou refeição é considerado por lei direito indisponível do trabalhador, destacou a relatora, ministra Dora Maria da Costa, referindo-se ao § 4º do art. 71 da CLT, que dispõe sobre o pagamento de indenização a quem não usufrui do intervalo. Trata-se de norma de caráter impositivo, que "não pode ser alterada por meio de acordo ou convenção coletiva", como já decidido em diversos precedentes do TST, informou a relatora.
Assim, a 8ª Turma aprovou unanimemente o voto da relatora condenando a empresa ao pagamento de uma hora diária relativa ao intervalo não usufruído pelo empregado, acrescida de 50% sobre o valor da hora normal de trabalho, durante todo o vínculo empregatício, bem como seus reflexos legais, "observando a prescrição declarada em sentença e os limites postos na petição inicial", concluiu a relatora.


fonte: http://www.protecao.com.br/site/content/noticias/noticia_detalhe.php?pagina=3&id=AcjaA5

Portaria do Ministério do Trabalho e Emprego proíbe teste de HIV na admissão

A Portaria 1.246 do Ministério do Trabalho e Emprego publicada em 31 de maio no Diário Oficial da União proíbe a realização do teste do HIV por ocasião de admissão, mudança de função, avaliação periódica, retorno e demissão de trabalhadores. A Lei 9.029 de abril de 1995 que proíbe a adoção de qualquer prática discriminatória e limitativa ao ingresso no trabalho é citada na portaria. A portaria não se opõe, entretanto, ao estímulo à realização do teste através de campanhas ou de programas de prevenção de saúde, desde que a submissão a ele seja feita de forma voluntária pelos trabalhadores.

Confira abaixo a portaria na íntegra.

Ministério do Trabalho e Emprego
Portaria nº 1.246 de 28 de maio
Dispõe sobre a orientação das empresas e dos trabalhadores em relação à testagem relacionada ao vírus da imunodeficiência adquirida - HIV.
O MINISTRO DO TRABALHO E EMPREGO, no uso das atribuições que lhe confere o inciso II do Parágrafo único do art. 87 da Constituição Federal;
Considerando que a Convenção da Organização Internacional do Trabalho - OIT nº 111, promulgada pelo Decreto nº 62.150, de 19 de janeiro de 1968, proíbe todo tipo de discriminação no emprego ou profissão;
Considerando que a Lei nº 9.029, de 13 de abril de 1995, proíbe a adoção de qualquer prática discriminatória e limitativa para efeito de acesso à relação de emprego ou a sua manutenção;
Considerando o previsto na ação programática constante do item j do Objetivo Estratégico VI do Eixo Orientador III do Programa Nacional de Direitos Humanos, aprovado pelo Decreto nº 7.037, de 22 de dezembro de 2009;
Considerando que a Portaria Interministerial nº 869, de 12 de agosto de 1992, proíbe, no âmbito do Serviço Público Federal, a exigência de teste para detecção do vírus de imunodeficiência adquirida - HIV, tanto nos exames pré-admissionais quanto nos exames periódicos de saúde; e Considerando que a Resolução nº 1.665 do Conselho Federal de Medicina, de 7 de maio de 2003, veda a realização compulsória de sorologia para o - HIV, resolve:
Art. 1º Orientar as empresas e os trabalhadores em relação à testagem relacionada ao vírus da imunodeficiência adquirida - HIV.
Art. 2º Não será permitida, de forma direta ou indireta, nos exames médicos por ocasião da admissão, mudança de função, avaliação periódica, retorno, demissão ou outros ligados à relação de emprego, a testagem do trabalhador quanto ao HIV.
Parágrafo único. O disposto no caput deste artigo não obsta que campanhas ou programas de prevenção da saúde estimulem os trabalhadores a conhecer seu estado sorológico quanto ao HIV por meio de orientações e exames comprovadamente voluntários, sem vínculo com a relação de trabalho e sempre resguardada a privacidade quanto ao conhecimento dos resultados.
Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.


fonte: http://www.protecao.com.br/site/content/noticias/noticia_detalhe.php?pagina=1&id=AnyJJ9

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Projeto propõe multa para autor de trotes ao Samu


Está em tramitação na Câmara de Vereadores de Porto Alegre um projeto de lei que busca coibir uma prática comum e prejudicial ao funcionamento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu): os trotes telefônicos. Somente nos meses de janeiro e fevereiro deste ano, 43% das ligações recebidas pelo número 192 foram fraudulentas.
Oprojeto do vereador Dr. Thiago Duarte (PDT) foi encaminhado à Comissão de Constituição e Justiça da Câmara e deverá passar ainda por outras comissões até chegar ao plenário.
- Os objetivos da proposta são diminuir o número de trotes e educar as pessoas para ampliar a capacidade de atendimento do Samu - explica Duarte.
De acordo com o texto, o dono da linha telefônica utilizada para fazer a chamada seria responsabilizado pelo ato. Ele receberia uma multa de 20 unidades financeiras municipais (UFMs), o que corresponde a aproximadamente R$ 50. O dinheiro seria destinado a um sistema de captação de ligações fraudulentas e ao Fundo Municipal da Saúde. As ligações originadas em telefone público não estariam incluídas na proposta devido à dificuldade para identificação do responsável.
Integrante do Núcleo de Educação em Urgência da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e médico plantonista do Samu, Luciano Eifler afirma que a ideia é bem-vinda, mas reforça a necessidade de uma lei mais rígida.
- Teria que aumentar o valor da multa ou, talvez, cancelar o número do telefone. Por causa de um trote, o Samu pode deixar de atender a um chamado real, em que uma pessoa corre risco de vida - sustenta Eifler.
O médico diz que, para tentar banir essa prática, existe um software capaz de identificar chamadas. Atualmente, está em andamento um trabalho de auditoria dos áudios para verificar quais ligações são mesmo trotes. Os números fraudulentos, segundo Eifler, constarão em um documento que será entregue à assessoria jurídica da SMS e, posteriormente, encaminhado ao Ministério Público. O objetivo é entrar em contato com as operadoras a fim de tomar providências. Mas o médico ressalta a necessidade de medidas educativas.
- Muitos trotes vêm de crianças que utilizam telefones públicos em frente a escolas. Quando identificamos isso, podemos ir ao local e promover uma campanha de esclarecimento, mostrar que a prática é errada - indica Eifler.

Saiba mais:

Números: 2008 2009 2010*
Total de ligações: 580.111 531.981 83.074
Número de trotes: 207.774 (35,8%) 186.244 (35%) 35.868 (43,17%)

O projeto de lei:

- Foi encaminhado à Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de Vereadores e deverá passar por outras comissões até chegar à votação em plenário
- De acordo com o texto, o assinante da linha telefônica que originar ligações fraudulentas para a emergência estará sujeito à multa de 20 UFMs, o que corresponde a R$ 49,31
- Os valores arrecadados serão preferencialmente destinados à implantação de sistema de captação de ligações fraudulentas e ao Fundo Municipal de Saúde
- As ligações sujeitas à multa seriam aquelas originadas em telefones fixos e móveis, com exceção dos telefones públicos
- Segundo o vereador Dr. Thiago Duarte, autor do projeto, seria necessário um acordo com as operadoras de telefonia para cobrar as multas. O indivíduo teria amplo direito de defesa
- Ele acrescenta que, na fase de implantação da lei, poderão ser desenvolvidas campanhas educativas para esclarecer a população.

fonte: http://www.revistaemergencia.com.br/site/content/noticias/noticia_detalhe.php?pagina=2&id=J9jbAJ

Garantir a segurança do paciente em situações de urgência e emergência exige planejamento

As situações de urgência e emergência são rotina para profissionais que atuam em viaturas e bases de atendimento pré-hospitalar ou pronto-socorros e, apesar do estresse de tais situações e do dinamismo das ações, a segurança do paciente não é ignorada. Mas como os profissionais que atuam em hospitais – com pacientes da clínica médica, por exemplo – onde o ritmo da assistência é diverso do que ocorre no APH, podem estar preparados e garantir a segurança do paciente em situações de urgência e emergência? Previsão e planejamento são as respostas oferecidas durante a palestra da Dra. Claudia Laselva, durante o 1º Fórum de Enfermagem – Segurança do Paciente.
Em sua apresentação, Cláudia Laselva lembrou que os profissionais que não vivem regularmente situações de emergência têm pouca intimidade com as medidas para a Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP). Destacou, ainda, a experiência da instituição em que atua, o Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE), onde treinamento e padronização de procedimentos visam garantir o atendimento rápido e livre de danos ao paciente.
Na instituição, as situações de emergência receberam códigos, conforme suas características. Paradas cardiorespiratórias contam com uma equipe para resposta imediata e são identificadas pelo código azul. Já as alterações agudas no estado de saúde dos pacientes são indicadas pelo código amarelo. E mesmo pessoas que estão apenas passando pelo hospital, como visitantes, acompanhantes ou funcionários, não são ignorados no atendimento de emergência, recebendo o código laranja de alerta para atendimento.
Em cada um dos três códigos, existem equipes treinadas exaustivamente para prestar a assistência de forma eficiente e segura. Nos casos de atendimento de RCP, por exemplo, os pontos críticos, e que receberam atenção da organização do grupo, foram a necessidade de capacitar todos os profissionais de enfermagem diretamente envonvidos na assistência para o reconhecimento dos primeiros sinais da parada e execução imediata das manobras iniciais de reanimação; o desenvolvimento de um sistema de comunicação eficiente para os membros da equipe de ressuscitação e até mesmo o envolvimento do setor de segurança do hospital, que garante a disponibilidade imediata dos elevadores para o deslocamento da equipe e do paciente.
Uma das medidas que recebeu especial cuidado foi garantir que todos os materiais e equipamentos do carrinho de parada estejam atualizados, em condições de uso. A disposição e identificação dos itens do carrinho também foram cuidadosamente estudadas. Adrenalina e atropina, por exemplo, que eram comumente confundidas, passaram a ser identificadas por cores diferentes, evitando o erro na utilização.
A criação das equipe de profissionais que respondem aos chamados do código amarelo inspirou-se nos princípios dos Times de Resposta Rápida, e envolvem os profissionais assistenciais e médicos intensivistas. O código amarelo, acionado quando se detecta qualquer alteração aguda do paciente, nos aspectos circulatório, neurológico ou respiratório, pemite que o quadro seja rapidamente avaliado, evitando qualquer piora. A literatura foi citada por Claudia Laseva, em estudo provando que 70% dos pacientes apresentam deterioração no padrão respiratório nas 8 horas anteriores à parada cardiorespiratória, mas apenas em 25% dos casos o médico é notificado a respeito do evento.
Cláudia Laselva também alertou os participantes do evento para a necessidade do empoderamento do enfermeiro que, através de treinamento e capacitação contínuos, está apto a adotar medidas que garantam a segurança do seu paciente nas emergências


fonte: http://inter.coren-sp.gov.br/node/4555

Horários de funcionamento do COREN-SP durante jogos do Brasil na Copa do Mundo


Durante jogos da seleção brasileira na da Copa do Mundo, o COREN-SP funcionará em horários diferenciados em relação aos dias normais.
Confira abaixo como fica o horário de atendimento do Conselho nos dias de jogos da primeira fase:
15/06 (terça-feira) – das 07h às 14h
25/06 (sexta-feira) – das 07h às 10h30 e das 14h às 17h

fonte: http://inter.coren-sp.gov.br/node/4565

Justiça libera SMS gratuito para comunicações de emergência

A Justiça Federal em São Paulo determinou liminarmente que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) regulamente, fiscalize e assegure, no prazo de 60 dias, o uso do serviço de mensagens curtas (SMS) pelo telefone celular para comunicação de emergências à Polícia (190) e ao Corpo de Bombeiros (193).
Segundo o Ministério Público Federal (MPF) em São Paulo, desde abril de 2008 a Polícia Militar do estado e o Corpo de Bombeiros pedem, sem sucesso, que a Anatel regulamente o serviço. As duas corporações militares já têm um sistema chamado Contact Center, que pode receber mensagens SMS e está pronto para entrar em operação.
Devido à demora na regulamentação do serviço, a procuradora da República, Adriana da Silva Fernandes, ajuizou a ação civil pública com pedido de liminar, acatado pela Justiça. Na decisão, o juiz federal Douglas Camarinha Gonzales, da 7ª Vara Federal Cível, esclarece que o serviço de emergência em questão deverá ser gratuito e à disposição de todos os usuários de telefonia móvel.
De acordo com o MPF, a Anatel confirmou que não existe nenhum impedimento técnico para implementação do serviço de envio de mensagens de texto via celular para comunicações de emergência. A agência teria informado que bastava apenas uma decisão administrativa da própria agência reguladora que, segundo o MPF, não sabia o motivo da demora para regulamentar a questão.

fonte: http://www.revistaemergencia.com.br/site/content/noticias/noticia_detalhe.php?id=AnjyAc

sexta-feira, 4 de junho de 2010

NOTÍCIAS - Pelo menos 200 parámedicos foram descobertos usando credenciais falsas nos EUA


Conforme noticiado pelo jornal norte-americano The Boston Globe, pelo menos 200 parámedicos e técnicos em emergências médicas foram descobertos usando credenciais falsas nos Estados de Nova Hampshire e Massachussetts. De acordo com autoridades locais, os profissionais de emergência têm pagado para a obtenção de falsas credenciais, ao invés de receberem um treinamento adequado.
Uma investigação em andamento, até agora, verificou que empresas de treinamentos fornecem ilegalmente credenciais do Estado para profissionais de emergência. John Auerbach, Comissário de Saúde Pública de Massachussetts, disse estar focado na identificação de todos os casos e planejando um mecanismo para impedir que isso aconteça no futuro.
O Estado está exigindo que os técnicos e paramédicos indevidamente certificados passem por um treinamento adequado. Ainda de acordo com o Comissário, não há evidências de que a falta de treinamento tenha ocasionado a distribuição de licenças ilegais. Os casos têm sido de profissionais que já tinham um certificado e falsificaram os registros de treinamento para a recertificação.
Em Boston, até o momento, 18 bombeiros falsificaram seus registros de formação. De acordo com oficiais locais, sobre a investigação, alguns desses bombeiros relataram terem se matriculado no treinamento e receberam um certificado sem frequentar as aulas. Oficiais que falaram em anonimato disseram que os bombeiros de Boston foram pagos para assistir ao treinamento.
Os requisitos de formação são de 24 horas para um técnico de emergência médica básica e de 36 horas para os parámedicos. Os assuntos abordados vão desde técnicas de reanimação e habilidades para mover os pacientes feridos de suporte avançado de vida até cuidados cardíacos.
O Estado enviou uma carta aos funcionários alertando-os para as consequências de falsificação credencial e garante uma investigação completa sobre o caso. Em Boston, bombeiros, assim como muitos outros profissionais de emergência, recebem um pagamento extra quando certificados. Dos 1.400 bombeiros de Boston, 800 possuem certificação pelo Estado.

fonte: http://www.revistaemergencia.com.br/site/content/noticias/noticia_detalhe.php?id=Any5Ac

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Enfermagem Cidadã discute “Assédio Moral”

Um dos problemas mais comuns na rotina de trabalho dos enfermeiros, mas que em muitos casos é silenciado, o “Assédio Moral” é o tema do primeiro curso do mês de junho do Programa Enfermagem Cidadã, que acontecerá no dia 08, das 08h às 12h no Centro de Aprimoramento Profissional de Enfermagem (CAPE).
Durante a exposição, estudantes e profissionais de enfermagem terão a oportunidade de aprender um pouco mais sobre o tema, o que é, como identificar, quais as conseqüências para o assediado, como proceder caso ocorra o assédio, quais respaldos existe na lei para benefício da vítima entre outros tópicos.
O curso faz parte do Projeto Enfermagem Cidadã, uma realização do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP) com o apoio do Centro de Aprimoramento Profissional do Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (COREN/SP). Cada curso tem duração de quatro horas e já tem programação prevista até o final do ano.

As inscrições devem ser feitas no: www.enfermagemcidada.com.br

Serviço:



Assédio Moral

Data: 08 de junho

Horário: das 08h às 12h

Local: Centro de Aprimoramento Profissional de Enfermagem (CAPE)

Endereço: Rua Dona Veridiana, 298 – Santa Cecília, São Paulo (Próximo a estação Santa Cecília do Metrô)



Sobre o SEESP

O Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP) é uma entidade de classe representativa a única que pode, legalmente, atuar em prol do maior exército da classe de saúde: 67 mil enfermeiros apenas no Estado de São Paulo.



RS Press Comunicação

Fones: (11) 3868-2505 ou (11) 3672-4197
Ricardo Lauricella – ricardo@rspress.com.br
Diego Garcia – diego@rspress.com.br

Fernanda Abreu – fernanda@rspress.com.br
Siga-nos no Twitter: @rspressweb