Aqui você encontra informações sobre primeiros socorros, atendimento pré hospitalar, entre outros de maneira simples e fácil de entender, visite as páginas, se precisar de alguma ajuda, informação, sugestão, parcerias, entre em contato através do e-mail t.enfermagemresgate@gmail.com.
Um abraço e fiquem com Deus
Thais

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

TIPOS DE ATENDIMENTO PRÉ HOSPITALAR

TIPOS DE ATENDIMENTO PRÉ HOSPITALAR




APH FIXO -

O APH Fixo está dividido em dois tipos:

1°. UNIDADE DE URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS E A ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE E O PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

As atribuições das unidades básicas de saúde (UBS) e das unidades de saúde da família (USF) em relação ao acolhimento e ao atendimento das urgências de baixa gravidade devem ser desempenhadas por todos os municípios brasileiros. Realizando ações e procedimentos para dar suporte até a chegada de unidade de atendimento pré hospitalar móvel e assim assumir os procedimentos e transportar essa pessoa até o local para o tratamento definitivo.


Resultado de imagem para posto de saude
Google imagens



2°. UNIDADES NÃO-HOSPITALARES DE ATENDIMENTO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS

Estas unidades, que devem funcionar nas 24 horas do dia, devem estar habilitadas a prestar assistência de baixa e média complexidade, são as conhecidas UPAs Unidade de Pronto Atendimento. Realizam ações e procedimentos para estabilizar e dar suporte a pessoa vitima de algum agravo, e se necessário, solicita a transferência dessa pessoa para uma unidade especializada.

Resultado de imagem para upa 24hGoogle imagens


APH MÓVEL -


O Móvel também esta dividido em dois tipos:

1°. Atendimento pré-hospitalar móvel primário:

Quando o pedido de socorro for oriundo de um cidadão, através de uma ligação que é gratuita através do número 192.

2°. Atendimento pré-hospitalar móvel secundário:


Quando a solicitação partir de um serviço de saúde, onde o paciente já recebeu o primeiro atendimento necessário e está estabilizado no quadro de urgência, porém necessita ser conduzido a outro serviço para a continuidade, sendo um local de atendimento especializado.



Resultado de imagem para samu
Google imagens

Autoria: Thais Travaglia

Acompanhe também a série tipos de viaturas (ambulâncias do atendimento pré hospitalar)

Série Tipos de Viaturas (ambulâncias do APH) #1


Série Tipos de Viaturas (ambulâncias do APH) #2



Série Tipos de Viaturas (ambulâncias do APH) #3




Assine nossa newsletter e receba em primeira mão os materiais postados aqui no blog é aí ao lado..

Conheça o Canal do You Tube, se inscreva, acompanhe os vídeos, o objetivo é trazer informações para você de forma simples e fácil de entender.


Deixe seu comentário abaixo.

Se preferir envie um email para mim: t.enfermagemresgate@gmail.com

Um abraço, fiquem com Deus

Thais

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Série Tipos de Viaturas (ambulâncias do APH) #3





TIPO C – Ambulância de Resgate:



Veículo destinado ao atendimento de urgências pré- hospitalares de pacientes vítimas de acidentes ou pacientes em locais de difícil acesso, com equipamentos de salvamento (terrestre, aquático e em alturas).



Equipamentos mínimos obrigatório:



Sinalizador óptico e acústico; equipamento de radiocomunicação fixo e móvel; prancha curta e longa para imobilização de coluna; talas para imobilização de membros e conjunto de colares cervicais; colete imobilizador dorsal; frascos de soro fisiológico; bandagens triangulares; cobertores; coletes refletivos para a tripulação; lanterna de mão; óculos, máscaras e aventais de proteção; material mínimo para salvamento terrestre, aquático e em alturas; maleta de ferramentas e extintor de pó químico seco de 0,8 kg; fitas e cones sinalizadores para isolamento de áreas.


Deverão estar equipadas com: maca articulada e com rodas; instalação de rede de oxigênio com cilindro, válvula, manômetro em local de fácil visualização e régua com dupla saída; oxigênio com régua tripla (a - alimentação do respirador; b - fluxômetro e umidificador de oxigênio e c - aspirador tipo Venturi); manômetro e fluxômetro com máscara e chicote para oxigenação; cilindro de oxigênio portátil com válvula; maleta de emergência contendo: estetoscópio adulto e infantil; ressuscitador manual adulto/infantil, luvas descartáveis; cânulas orofaríngeas de tamanhos variados; tesoura reta com ponta romba; esparadrapo; esfigmomanômetro adulto/infantil; ataduras; compressas cirúrgicas estéreis; pacotes de gaze estéril; protetores para queimados ou eviscerados; cateteres para oxigenação e aspiração de vários tamanhos; maleta de parto contendo: luvas cirúrgicas; clamps umbilicais; estilete estéril para corte do cordão; saco plástico para placenta; cobertor; compressas cirúrgicas e gazes estéreis; braceletes de identificação.

Link para ter acesso na íntegra da Portaria 2048

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudele...

Série Tipos de Viaturas (ambulâncias do APH) #1

https://youtu.be/0jc4QGWkM7Y
Série Tipos de Viaturas (ambulâncias do APH) #2

https://youtu.be/D9NZePlRVDE

Um abraço e fique com Deus

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

DEFINIÇÃO DE PRIMEIROS SOCORROS

Primeiros Socorros é definido pelas primeiras atitudes e procedimentos que são ministrados a uma pessoa vítima de um agravo, seja ele de origem traumática, clínica, psiquiátrica, ou obstétrica, com a finalidade de evitar o agravamento das lesões já existentes e não causar mais danos, é realizado por qualquer pessoa seja ela leiga ou profissional da área da saúde.




O atendimento tem duração até o momento em que a equipe de atendimento pré hospitalar chegue no local assumindo os cuidados, proporcionando suporte especializado, após realiza transporte essa vítima até o local de tratamento definitivo.