Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Romanos 8:28

sexta-feira, 11 de julho de 2014

HIPERTIREOIDISMO E HIPOTIREOIDISMO

Hipertireoidismo e Hipotireoidismo são ambas, disfunções da glândula tireoide, responsável pela liberação de hormônios em todo o corpo, e que fundamentalmente interfere em várias partes e funções do corpo, como coração, fígado, cérebro, ciclo menstrual, fertilidade, crescimento, entre outros.
   A disfunção tanto pode ser com o excesso de produção de hormônios, acelerando drasticamente o metabolismo, no caso do hipertireoidismo, quanto com a redução drástica de liberação desses hormônios, o hipotireoidismo.
Os sintomas físicos são característicos e se dividem da seguinte forma:
  • Hipertireoidismo: arritmia cardíaca; diarreias frequentes; agitação; fala demais; gesticula muito; dorme pouco, pois se sente com muita energia, mas também muito cansado.
  • Hipotireoidismo: os sintomas são contrários ao hipertireoidismo, tudo funciona vagarosamente: bradicardia, constipação, há diminuição da capacidade de memória; fadiga; dores musculares e articulares; sonolência; ressecamento da pele; ganho de peso; aumento nos níveis de colesterol no sangue; e até depressão.
   O diagnóstico é feito por meio de exame de sangue específico, que avalia as produções de TSH, T3 e T4. Durante a gestação é fundamental o acompanhamento constante pelos médicos, incluindo o endocrinologista. O tratamento consiste na ingestão diária – e em jejum- de comprimidos que controlam a produção hormonal e devolvem a qualidade de vida normal ao portador da doença.
http://www.mestredaenfermagem.com.br/blog/hipertireoidismo-e-hipotireoidismo/?utm_source=Lista+Geral&utm_campaign=5d7413bb9f-Destaques_11_07_147_11_2014&utm_medium=email&utm_term=0_7251bf01a7-5d7413bb9f-45983085