Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Romanos 8:28

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Capacete: cuide dele e da sua segurança!

Ok, você já está careca de saber que o capacete é item de proteção obrigatório e fundamental para passear tranquilo por aí. O que quase ninguém conta é sobre como cuidar do seu melhor amigo antes e depois dos passeios. Temos ótimas notícias: conservação do capacete não é um bicho de sete cabeças.
Conversamos com o especialista em segurança veicular Celso Arruda sobre tudo que não pode passar batido nos cuidados com seu capacete.
Viseira em dia
A viseira precisa estar sempre translúcida. Embaçou e não sai a sujeira? Hora de trocar. Para fazer a manutenção desse item, Arruda: “a composição química do material de confecção da viseira é especificada pelo fabricante, que recomenda o tipo de produto de limpeza compatível com ela”. Fique sempre atenta!
O cristalizador pode ser um aliado da sua visibilidade. Por ser impermeabilizante, ele faz com que a água da chuva seja dissipada facilmente com o vento. “Você vai aplicá-lo apenas do lado externo e, depois, passar um pano limpo e seco”, ensina a vendedora Diana Brito, de São Paulo.
Na chuva, um grande desafio é a viseira embaçada. Isso acontece quando a temperatura de dentro do capacete é diferente da de fora. “Existem desenhos de viseiras que reduzem o embaçamento, que está ligado ao ar quente expelido pelo condutor”, conta o professor. Também para evitar esse problema, se jogue nos produtos antiembaçantes e siga as instruções de uso da embalagem.
Hora da limpeza geral
Dar aquele trato na espuma interna do capacete é fundamental para evitar odores. A forma de higienização varia de acordo com cada modelo. Se a forração do seu equipamento for removível, você pode lavar da forma mais neutra possível. Celso aconselha que a lavagem seja feita apenas com água ou, então, com sabão de coco. O indicado é fazer isso uma vez por semana, mas, se você sai de moto todo dia, pode aumentar o número de lavagens.
Se o forro interno do seu capacete for fixo, aposte no desodorante específico para capacete. O spray vai neutralizar odores e impedir que as bactérias se proliferem. “Se você for sair com a moto cedo, por exemplo, o ideal é passar o desodorante na noite anterior e deixá-lo secando”, explica o especialista.
Para limpar o lado externo do capacete, produtos de limpeza convencionais  resolvem o problema. Passar um pano com álcool é simples e eficaz. Polir o casco com cera também pode ser uma boa.
Capacete confiável
Nunca esqueça: os capacetes precisam ter um selo do Inmetro para serem comercializados. A validade deles também vem especificada no acessório e varia em função da data de fabricação. Arruda alerta que, caso você sofra alguma queda com o equipamento, por precaução, ele deve ser trocado. E deixa outra dica de ouro: não largue o capacete pendurado no retrovisor por muito tempo, já que esse hábito pode arruinar a forração interna dele. Combinado?
FONTE: Celso Arruda, professor da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e especialista em segurança veicular.
http://mdemulher.abril.com.br/familia/especial/de-carona-com-elas/motos/guia-do-capacete-cuide-dele-e-da-sua-seguranca/