Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Romanos 8:28

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

CATAPORA



Varicela conhecida como catapora  é uma doença infecciosa causada pelo vírus Varicela-Zóster também conhecido como HHV3 (do inglês human herpes virus 3), é  altamente contagiosa, mas geralmente benigna.
Uma vez adquirido o vírus, a pessoa fica imune por toda a vida. No entanto, ele permanecerá no organismo e, futuramente, poderá provocar uma doença conhecida como herpes-zóster, ou cobreiro.

Etimologia 

O termo "varicela" origina-se do termo francês varicelle . "Catapora" vem do tupi tatapora, que significa "fogo que salta", através da junção de tatá ("fogo") e pora ("pular") . "Zóster" origina-se do grego zostér, "cinturão" .

Sintomas da Catapora

Os primeiros sintomas são:
- febre entre 37,5° e 39,5°, 
-mal-estar, inapetência, 
-dor de cabeça, 
-cansaço
No período entre 24 e 48 horas mais tarde:
Aparece na pele lesões tipo por manchas vermelhas, que após viram pequenas bolhas cheias de líquido, o qual, depois, formará crostas que provocam muita coceira.
A geografia da doença começa no tronco e só depois se dissemina para braços e pernas. Acompanham as erupções: febre, prurido (coceira) e desconforto generalizado.
Contágio
Ocorre, principalmente, pelas gotículas de saliva, pelo espirro e pela tosse ou pelo contato direto com o líquido das bolhas. Mais raramente, pode acontecer de forma indireta, pelo contato com objetos recém-contaminados com secreção das vesículas.
A transmissão também pode ocorrer durante a gestação (da mãe para o feto) causando complicações para ambos.
Período de incubação 
Média de 15 dias e a recuperação completa ocorre de sete a dez dias depois do aparecimento dos sintomas.

Complicações

A maioria das crianças e adultos se recuperam em algumas semanas apenas descansando e bebendo muita água, mas alguns casos envolvem complicações como:
  • Pele mais vermelha
  • Dor no peito
  • Dores nos locais lesionados
  • Dificuldade de respirar

Durante a gravidez

Complicações são especialmente problemáticas em grávidas e recém-nascidos. Quanto mais cedo na gravidez for a infecção, maior o risco para o feto de desenvolver má-formações, porém mesmo cedo o risco dificilmente afeta mais que 2% dos fetos de grávidas com catapora. Já após o 5 mês pode ocorrer parto prematuro. Caso um recém-nascido seja infectado a catapora costuma ser mais grave.

Tratamento
O tratamento é basicamente a aliviar os sintomas. 
 O importante é evitar a contaminação das lesões por bactérias, não coçar as feridas diminui o risco de infecções e a formação de cicatrizes.
Adultos ou pessoas debilitadas, que se contaminem com o vírus da catapora, requerem cuidados especiais.

Limpeza local

Banhos com permanganato de potássio ou soluções iodadas são comumente aconselhados para aliviar a coceira e ajudar na cicatrização rápida das feridas. No entanto, o uso incorreto pode causar queimaduras e reações alérgicas. Compressas de permanganato de potássio (1ml para cada 40.000ml de água) ou água boricada (na concentração de 2% da água do banho), várias vezes ao dia. Deve-se ter o cuidado de proteger os olhos contra o permanganato.

Infecções

Se houver início de infecção, antibióticos podem ser receitados pelo médico.

Vacinação contra Catapora
O Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunização (PNI), passa a oferecer a partir do mês de setembro de 2013, em toda a rede pública de saúde, a vacina varicela (catapora) incluída na tetra viral, que também protegerá contra sarampo, caxumba e rubéola. A nova vacina vai compor o Calendário Nacional de Vacinação e será ofertada exclusivamente para crianças de 15 meses de idade que já tenham recebido a primeira dose da vacina tríplice viral. Com a inclusão da vacina, o Ministério da Saúde estima uma redução de 80% das hospitalizações por varicela (catapora).


Imagens: Google imagens