Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Romanos 8:28

terça-feira, 21 de agosto de 2012

SBV - Suporte Básico de Vida




Excelente conteúdo produzido pelo pessoal do Corpo de Bombeiros do Estado de Goiás.


Indice:

ATENDIMENTO INICIAL
1. SEGURANÇA NO ATENDIMENTO
2. AVALIAÇÃO PRIMÁRIA
3. EXAME COMPLEMENTAR
3.1. Subjetivo
3.2. Objetivo
4. REAVALIAÇÃO E MONITORAÇÃO
EMERGÊNCIAS TRAUMÁTICAS
1. OBSTRUÇÃO RESPIRATÓRIA
1.1. Adulto engasgado
Bebê consciente engasgado
1.3. Bebê inconsciente engasgado
1.4. Vômitos
2. PARADA RESPIRATÓRIA
2.1. RESPIRAÇÃO ARTIFICIAL BOCA A BOCA
2.2. MÁSCARA PORTÁTIL
2.3. AMBÚ
3. PARADA CARDIORESPIRATÓRIA
3.1. R.C.P. PARA TODAS AS VÍTIMAS COM 01 SOCORRISTA
3.2. R.C.P. EM ADULTOS POR 02 SOCORRISTAS
3.3. RCP EM CRIANÇAS (1 ANO ATÉ INÍCIO DA PUBERDADE)
3.4. R.C.P. EM BEBÊS DE ATÉ UM ANO (EXCETO NEONATOS) POR 01
SOCORRISTA
3.5. R.C.P. EM BEBÊS DE ATÉ UM ANO POR 02 SOCORRISTAS
3.6. TROCA DE POSIÇÕES NA R.C.P. EM DUPLA
3.7. USO DO DESA (Desfibrilador Externo Semi-Automático)
4. ESTADO DE CHOQUE
4.1. Classificação
4.2. Reconhecimento
4.3. Tratamento
5. HEMORRAGIA
5.1. Tipos de Hemorragias
5.2. Reconhecimento
5.3. Tratamentos
5.4. Técnicas
6. FERIMENTOS
6.1. FERIMENTOS SUPERFICIAIS ABERTOS
3
6.2. FERIMENTOS NOS OLHOS
6.3 FERIMENTOS SUPERFICIAIS NA CABEÇA
6.4. AMPUTAÇÃO OU AVULSÃO COMPLETA
6.5. OBJETOS TRANSFIXADOS
6.6. EVISCERAÇÕES TRAUMÁTICAS
7. TRAUMATISMOS DE EXTREMIDADES
7.1. Classificação
7.2. Reconhecimento de fraturas
7.3. Tratamento de fraturas dos membros superiores
7.4. Tratamento de fraturas dos membros inferiores
7.5. Tratamento de fraturas expostas
7.6. Tratamento de fratura de pelve
8. Trauma de Crânio
8.1. Reconhecimento
8.2. Tratamento
9. Trauma Raqui-Medular
9.1. Reconhecimento
9.2. Tratamento
10. Trauma de tórax
10.1. Tipos
10.2. Fratura de esterno
10.3. Fratura de costela
10.4. Tórax instável
10.5. Pneumotórax Simples
10.6. Pneumotórax Hipertensivo
10.7. Pneumotórax Aberto
10.8. Hemotórax
10.9. Tamponamento cardíaco
10.10. Contusão pulmonar
10.11. Contusão miocárdica
10.12. Lesão de grandes vasos
10.13. Asfixia traumática
10.14. Ruptura Diafragmática
11. QUEIMADURAS
11.1. Classificação quanto à profundidade
11.2. Classificação quanto à extensão (adultos)
11.3. Classificação quanto à extensão (Crianças)
11.4. Classificação quanto à gravidade
11.5. Procedimentos Gerais
11.6. Procedimentos específicos para queimaduras químicas
11.7. Queimaduras nos olhos
11.8. Hipotermia
11.9. Hipertermia e Insolação
EMERGÊNCIAS MÉDICAS MAIS COMUNS
1. INFARTO DO MIOCÁRDIO
1.1. Reconhecimento
1.2. Tratamento
2. Angina Peitoris
2.1. Reconhecimento
2.2. Tratamento
3. Acidente Vascular Cerebral (A.V.C.)
3.1. Reconhecimento
3.2. Tratamento
4. Diabetes Mellitus
4.1. Coma Diabético (hiperglicêmico)
4.2. Choque insulínico (hipoglicemia)
OBS. Regra geral
5. Epilepsia e Convulsões
5.1. Reconhecimento
5.2. Tratamento
6. Crise de Hiperventilação
6.1. Reconhecimento
6.2. Tratamento
7. Desmaios
7.1. Reconhecimento
7.2. Tratamento
8. Crise de asma ou bronquite
8.1. Reconhecimento
8.2. Tratamento
9. PARTO DE EMERGÊNCIA
9.1. Procedimentos para o parto
9.2. Controle de Hemorragia após o parto
9.3. Ressucitação carido-pulmonar em recém –natos
SITUAÇÕES ESPECIAIS
1. Politraumatizado
1.1. Tratamento
1.2. Prioridade de Atendimento
1.3. Escala de Trauma (Trauma Escore)
2. Afogamento
3. Choque Elétrico
5
4. Envenenamentos
4.1. Reconhecimento
4.2. Tratamento
5. Animais peçonhentos
5.1. Reconhecimento
5.2. Tratamento
6. Doenças Infecto contagiosas
6.1. Reconhecimento
6.2. Procedimentos Gerais

Para o download acesse:

http://bloggerenfermagem.blogspot.com.br/2010/05/sbv-suporte-basico-de-vida.html