Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Romanos 8:28

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Anticoncepcional masculino é criado com eficácia comprovada




A primeira pílula anticoncepcional masculina está a poucos passos de se tornar uma realidade. A pesquisa sobre a versão dos comprimidos para os homens foi publicada na revista científica “Cell” e tem proporcionado grande expectativa para o setor.
 
Os testes foram realizados somente com ratos e camundongos e segundo os cientistas o processo é totalmente reversível – como acontece com oscontraceptivos femininos.
 
A substância utilizada para inibir os espermatozoides é conhecida como JQ1, ela não altera os hormônios sexuais masculinos, como a testosterona, não modificando o interesse sexual. "Acreditamos que nossas descobertas poderão ser adaptadas completamente para seres humanos, criando uma estratégia inovadora e eficaz de anticoncepcional masculino" dizem Martin Matzuk, da Faculdade Baylor de Medicina, no Texas, e James Bradner, da Universidade Harvard, demonstradores do projeto.
 
Funcionamento
 
O novo medicamento tem como objetivo atingir uma proteína crucial que expõe o DNA das células que estão se tornando espermatozoides. A JQ1 inibe aexposição do DNA e impede que os genes do organismo masculino se transformem em espermatozoides ativos e preparados para fecundar o óvulo.
 
Foi constatado que houve considerável redução no número de espermatozoides nos animais pesquisados, sendo que após seis semanas recebendo duas injeções diárias, somente 11% da quantidade normal das células estavam presentes. Da porcentagem que sobreviveu apenas 5% se movimentavam normalmente, a maioria não desenvolveu características para “nadar”.
 
"Vamos tentar modificar a nossa molécula para que ela tenha ação mais específica. E também vamos pensar em como aplicar a substância em pacientes humanos." Diz Martin Matzuk, conforme suas expectativas, a técnica pode se tornar uma pílula ou injeção capazes de liberar a JQ1 lenta e gradualmente no organismo. O único efeito colateral da utilização da droga, cujo cientista não dá muita importância, é a redução dos testículos, mas ele ressalta que o pênis e o desejo sexual continuam intactos. 
 
A pílula anticoncepcional masculina ainda passará por muitas modificações e adaptações às rotinas masculinas, levando em consideração que os homens podem não ser tão cuidados e assíduos nos medicamentos quanto às mulheres. Esse é mais um avanço que pode dividir a responsabilidade dacontracepção entre os dois sexos, fazendo com que muitas mulheres sintam-se mais seguras em cada fase da vida.
 

PROGRAMA PRÉ-NATAL DO HOMEM CHEGARÁ A 190 CIDADES PAULISTAS ATÉ 2014





O Programa Pré-Natal do Homem, que atende parceiros sexuais de gestantes com sífilis ou HIV e funciona desde 2007 em 45 cidades paulistas, será ampliado para 190 municípios até 2014. A ideia é reduzir a transmissão vertical (de mãe para filho) e atrair mais homens para cuidarem da própria saúde ao mesmo tempo em que as parceiras fazem o acompanhamento da gravidez.
Na primeira consulta do pré-natal a grávida leva os resultados dos exames e o parceiro é 
convidado a comparecer para um atendimento individual, no qual serão oferecidos exames 
para sífilis e HIV, além de orientações sobre o risco e a prevenção das doenças sexualmente transmissíveis (DST), as práticas sexuais seguras e a saúde do bebê.
De acordo com Patrícia Marques, psicóloga da Área de Prevenção do Centro de Referência
 e Treinamento em DST/Aids do Estado de São Paulo, essa é uma proposta para reduzir a transmissão da sífilis e do HIV para o bebê, pois se a mãe e o seu parceiro (não 
necessariamente o pai) não fizerem o tratamento há grandes riscos de a criança nascer 
com as doenças.
A sífilis congênita pode provocar aborto, má-formação ou morte do bebê, além de
 sequelas como cegueira, surdez e deficiência mental.
“Ainda temos dificuldades em tratar o parceiro e essa é uma oportunidade para que ele 
faça o tratamento ao mesmo tempo em que a gestante. Não adianta tratar depois, e sim, 
quando são detectadas as doenças na gestante e nele. Também fazemos um 
aconselhamento para conversar sobre outras questões de saúde integral do homem.”
O tratamento simultâneo é necessário porque se só a mãe tiver esse cuidado, e ao
 longo da gravidez mantiver relações sexuais com o parceiro infectado, pode ser
 reinfectada no caso da sífilis e ter a carga viral aumentada no caso do HIV.
“Nesses casos pode afetar o bebê. A mãe sempre é tratada, mas o parceiro sexual 
tem que ser tratado também para não haver reinfecção da gestante”. A recomendação
 é que, ao longo da gravidez, o homem faça exames pelo menos no primeiro trimestre, 
podendo também repeti-los no terceiro trimestre.
Quando tanto a mãe quanto o parceiro sexual tem o HIV, o ideal é que sempre usem
 preservativos porque o vírus é mutagênico (todo agente físico, químico ou biológico 
que, em contato com as células, pode causar mutação). Além disso, o vírus da mãe 
pode não ser igual ao do parceiro, o que obriga cada um a ter um esquema de tratamento.
“Se o homem não fizer o tratamento pode agravar a saúde da mãe, justamente por 
essa questão de carga viral. E se ele não estiver em tratamento, pode virar um caso
 de aids porque vai aumentando a carga viral no organismo.”
De acordo com estudos, a taxa de transmissão vertical do HIV no Brasil era 16% em 
1997 e caiu para 7% em 2002. Já em São Paulo, a taxa de transmissão era 2,7% 
em 2006. Segundo a secretaria estadual de Saúde, a queda está associada ao
 diagnóstico precoce e à introdução da terapia antirretroviral como prevenção 
durante a gestação.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Manual de anotação de enfermagem

                                  Manual de anotação de enfermagem




Hospital Samaritano. 2005. 78p.
Tamanho do arquivo: 600Kb

Para ter acesso ao material clique no link abaixo:

Rede Amamenta Brasil: primeiros passos (2007-2011)


Rede Amamenta Brasil: primeiros passos (2007-2011)






Para ter acesso ao material clique no link abaixo:

Manual de Avaliação da Gestão de Políticas Públicas


                    Manual de Avaliação da Gestão de Políticas Públicas





Para ter acesso ao material clique no link abaixo:

http://www.unicef.org/brazil/pt/manual_avaliacao_politicas_publicas.pdf

Video - Políticas de saúde no Brasil: um século de luta pelo direito à saúde




"Políticas de Saúde no Brasil: um século de luta pelo direito à saúde"


Documentário do cineasta Renato Tapajós, lançado pelo Ministério da Saúde em 2006. Na verdade é uma versão atualizada de um filme de 1982.

Para visualizar o video acesse o link e vá direto ao site You Tube e assista na integra.

Urgência e Emergência para o Técnico de Enfermagem




Urgência e Emergência para o Técnico de Enfermagem


Para ter acesso ao material clique no link abaixo:

terça-feira, 21 de agosto de 2012

SBV - Suporte Básico de Vida




Excelente conteúdo produzido pelo pessoal do Corpo de Bombeiros do Estado de Goiás.


Indice:

ATENDIMENTO INICIAL
1. SEGURANÇA NO ATENDIMENTO
2. AVALIAÇÃO PRIMÁRIA
3. EXAME COMPLEMENTAR
3.1. Subjetivo
3.2. Objetivo
4. REAVALIAÇÃO E MONITORAÇÃO
EMERGÊNCIAS TRAUMÁTICAS
1. OBSTRUÇÃO RESPIRATÓRIA
1.1. Adulto engasgado
Bebê consciente engasgado
1.3. Bebê inconsciente engasgado
1.4. Vômitos
2. PARADA RESPIRATÓRIA
2.1. RESPIRAÇÃO ARTIFICIAL BOCA A BOCA
2.2. MÁSCARA PORTÁTIL
2.3. AMBÚ
3. PARADA CARDIORESPIRATÓRIA
3.1. R.C.P. PARA TODAS AS VÍTIMAS COM 01 SOCORRISTA
3.2. R.C.P. EM ADULTOS POR 02 SOCORRISTAS
3.3. RCP EM CRIANÇAS (1 ANO ATÉ INÍCIO DA PUBERDADE)
3.4. R.C.P. EM BEBÊS DE ATÉ UM ANO (EXCETO NEONATOS) POR 01
SOCORRISTA
3.5. R.C.P. EM BEBÊS DE ATÉ UM ANO POR 02 SOCORRISTAS
3.6. TROCA DE POSIÇÕES NA R.C.P. EM DUPLA
3.7. USO DO DESA (Desfibrilador Externo Semi-Automático)
4. ESTADO DE CHOQUE
4.1. Classificação
4.2. Reconhecimento
4.3. Tratamento
5. HEMORRAGIA
5.1. Tipos de Hemorragias
5.2. Reconhecimento
5.3. Tratamentos
5.4. Técnicas
6. FERIMENTOS
6.1. FERIMENTOS SUPERFICIAIS ABERTOS
3
6.2. FERIMENTOS NOS OLHOS
6.3 FERIMENTOS SUPERFICIAIS NA CABEÇA
6.4. AMPUTAÇÃO OU AVULSÃO COMPLETA
6.5. OBJETOS TRANSFIXADOS
6.6. EVISCERAÇÕES TRAUMÁTICAS
7. TRAUMATISMOS DE EXTREMIDADES
7.1. Classificação
7.2. Reconhecimento de fraturas
7.3. Tratamento de fraturas dos membros superiores
7.4. Tratamento de fraturas dos membros inferiores
7.5. Tratamento de fraturas expostas
7.6. Tratamento de fratura de pelve
8. Trauma de Crânio
8.1. Reconhecimento
8.2. Tratamento
9. Trauma Raqui-Medular
9.1. Reconhecimento
9.2. Tratamento
10. Trauma de tórax
10.1. Tipos
10.2. Fratura de esterno
10.3. Fratura de costela
10.4. Tórax instável
10.5. Pneumotórax Simples
10.6. Pneumotórax Hipertensivo
10.7. Pneumotórax Aberto
10.8. Hemotórax
10.9. Tamponamento cardíaco
10.10. Contusão pulmonar
10.11. Contusão miocárdica
10.12. Lesão de grandes vasos
10.13. Asfixia traumática
10.14. Ruptura Diafragmática
11. QUEIMADURAS
11.1. Classificação quanto à profundidade
11.2. Classificação quanto à extensão (adultos)
11.3. Classificação quanto à extensão (Crianças)
11.4. Classificação quanto à gravidade
11.5. Procedimentos Gerais
11.6. Procedimentos específicos para queimaduras químicas
11.7. Queimaduras nos olhos
11.8. Hipotermia
11.9. Hipertermia e Insolação
EMERGÊNCIAS MÉDICAS MAIS COMUNS
1. INFARTO DO MIOCÁRDIO
1.1. Reconhecimento
1.2. Tratamento
2. Angina Peitoris
2.1. Reconhecimento
2.2. Tratamento
3. Acidente Vascular Cerebral (A.V.C.)
3.1. Reconhecimento
3.2. Tratamento
4. Diabetes Mellitus
4.1. Coma Diabético (hiperglicêmico)
4.2. Choque insulínico (hipoglicemia)
OBS. Regra geral
5. Epilepsia e Convulsões
5.1. Reconhecimento
5.2. Tratamento
6. Crise de Hiperventilação
6.1. Reconhecimento
6.2. Tratamento
7. Desmaios
7.1. Reconhecimento
7.2. Tratamento
8. Crise de asma ou bronquite
8.1. Reconhecimento
8.2. Tratamento
9. PARTO DE EMERGÊNCIA
9.1. Procedimentos para o parto
9.2. Controle de Hemorragia após o parto
9.3. Ressucitação carido-pulmonar em recém –natos
SITUAÇÕES ESPECIAIS
1. Politraumatizado
1.1. Tratamento
1.2. Prioridade de Atendimento
1.3. Escala de Trauma (Trauma Escore)
2. Afogamento
3. Choque Elétrico
5
4. Envenenamentos
4.1. Reconhecimento
4.2. Tratamento
5. Animais peçonhentos
5.1. Reconhecimento
5.2. Tratamento
6. Doenças Infecto contagiosas
6.1. Reconhecimento
6.2. Procedimentos Gerais

Para o download acesse:

http://bloggerenfermagem.blogspot.com.br/2010/05/sbv-suporte-basico-de-vida.html

Envelhecimento ativo: uma política de saúde



Livro: Envelhecimento ativo: uma política de saúde

Este trabalho pretende abordar essas questões e outras preocupações relacionadas
ao envelhecimento da população Seu público-alvo abrange governantes em todos
os níveis, entidades não-governamentais e o setor privado, e todos aqueles responsáveis
pela formulação de políticas e programas ligados ao envelhecimento. Além disso, aborda a questão da saúde a partir de uma perspectiva ampla e reconhece o fato de que a saúde só pode ser criada e mantida com a participação de vários setores. E ainda, sugere que os profissionais da saúde liderem o projeto se realmente quisermos que pessoas da Terceira Idade saudáveis
continuem a representar um recurso para suas famílias, comunidades e economia.

Formato: PDF
Número de páginas: 62
Tamanho: 4.20 MB

link para download:

Conheça também o BLOG ENFERMAGEM (ORIGINAL)

Caderneta de Saúde do Idoso





Caderneta de Saúde do Idoso

Formato: PDF
Número de páginas: 24
Tamanho: 1.54 MB

link para download:
 http://bloggerenfermagem.blogspot.com.br/2010/08/texto-caderneta-saude-do-idoso.html

Conheça também: BLOG ENFERMAGEM (ORIGINAL)

domingo, 19 de agosto de 2012

CURSO DE CAPACITAÇÃO EM IMUNIZAÇÃO E SALA DE VACINAS (NOVO CALENDÁRIO) Marilia/SP 19 e 20/10/12


CURSO DE CAPACITAÇÃO EM IMUNIZAÇÃO E SALA DE VACINAS (NOVO CALENDÁRIO) Marília/SP 19 e 20/10/12



INSCRIÇÕES LIGUE GRÁTIS: 0800 771 7012 
http://www.cursosfutura.com.br/

Curso Picc Rondonópolis 22 e 23 Setembro 2012





Curso de habilitação para utilização, inserção, manutenção e cuidados com cateter central de inserção periférica (PICC-CIPP)adulto/pediátrico/neonatal
Data: 22 e 23 Setembro 2012
 Local:UFMT-Curso de Enfermagem
Rondonópolis -MT.
Nº de Vagas: 30
Carga Horária:20horas
Investimento:4X  R$ 149,00  nos Cartões VISA E MASTERCARD
INSCRIÇÕES LIGUE GRÁTIS: 0800 771 7012 
vivo (14) 9745 7635/9795 0190
oi (14) 8820 1016
claro(14)9135 6614
tim (14)8134 7696
Obs:As matriculas deverão ser feitas com antecedência para envio do material de pré -estudo. No dia do evento os participantes receberão material apostilado.
Para se matricular, preencha a ficha de inscrição e nos encaminhe.
Caso você optar por cartão de crédito deverá ligar de fixo no 0800 771 1012  para efetuar o pg.
Pagamento com cheques-pré datados: A 1ª parcela deverá ser paga através de depósito/transferência em conta corrente, as outras 03 parcelas, com cheques pré-datados para 30/60/90/dias da data do curso e poderão ser entregues no dia do evento.
Somente com o pagamento da 1ª parcela o participante garante a matricula e recebe  o material para estudo e revisão de literatura.
Dados Bancários:Banco do Brasil Ag 0133-3 C/C 22361-1 Favorecida: Zamignan & Zamignan
CNPJ 11.126.367/0001-72 .
Enviar comprovante para atendimento@cursosfutura.com.br ou fax 14 -3496 1016
Objetivos:
- Habilitar profissionais da Saúde para Inserção, Manutenção e Retirada do CCIP nas modalidades adulto/Neo/Ped;
- Reconhecer, Identificar e Tratar possíveis complicações relacionadas ao CCIP;
- Discutir estratégias para implantação do uso do CCIP em Serviços de Saúde.
Público Alvo: Enfermeiros, Médicos e Graduandos do último período de Enfermagem
Instrutora:Juliana Simmons
Enfermeira Especialista em Neonatologia;
Capacitada em Inserção de PICC desde 2004;
MBA Gestãoem Produtos Hospitalares;
Auditoria em Sistemas de Saúde;
Consultora de artigos Neonatais.
Programa
1° DIA
8:00 – Abertura e entrega de materiais
8:15 – Histórico da terapia intravenosa/Qualificação Profissional
9:00 – 10:00 A qualidade da terapia intravenosa baseada na ética
e na segurança
10:00 – 10:15  Coffee break
10:15 – 11:00 Conceito de PICC/Indicação x Contra indicação
11:00 – 13:00 Anatomia dos vasos sanguineos
13:00 – 14:00 Almoço
14:00 – 15:00 Propriedades das soluções intravenosas
15:00 – 15:30 Seleção do cateter
15:30 – 15:40 Coffee-Break
15:40 – 17:00 Complicações relacionadas ao Picc e
Intervenções de Enfermagem
17:00 – 18:00 Cuidados de manutenção e remoção/Protocolos
2° DIA
8:00 – 09:30 Infecção relacionada ao Picc
9:30 – 09:40 Coffee break
09:40 – 12:00 Demostração prática
da Inserção
12:00 – 13:00 Almoço
13:30 – 16:30 Aula prática de inserção do
PICC realizada por cada participante
16:45 – 17:30 Avaliação escrita
18:00  Encerramento
MATERIAL FORNECIDO: 01 apostilila de pré-estudo, 01 apostila impressa colorida, 01 CD didático e 01 certificado.
Aulas teóricas e Práticas, dialogadas, simulações práticas com manequins nas modalidades adulto/pediátrico e Neonatal, discussão de casos clínicos, avaliações de radiografias, testes de conhecimente e avaliação prárica.
Será concedida a Habilitação para os alunos  que obtiverem nota igual ou superior a 7 nas avaliações e frequência superior a 85% do total das aulas ministradas.
CERTIFICADO VÁLIDO EM TODO O TERRITÓRIO NACIONAL E EMITIDO NO FINAL DO CURSO.
VAGAS LIMITADAS!!

Curso ACLS São Mateus 15 e 16 Setembro 2012






Certificado por American Heart Association.
Novas Diretrizes AHA 2010.
Público alvo:Médicos, Enfermeiros Fisioterapêutas e alunos do sexto ano de Medicina.
Datas: 15 e 16 Setembro  2012
UNISAM:
Local:UNISAM
Rodovia Othovarino Duarte Santos
Bairro Park Washington
Horário: 7:30 às 18:00
São Mateus – ES
Local:Valor: 5X R$296,00 (Cheques pré -datados/VISA/MASTERCARD) + R$ 48,00 taxa de sedex para envio do Manual ACLS.
Material de Estudo: Manual do ACLS
 Informações: 0800 771  1012
(vivo) (14) 97970190
(oi) (14)8820-1016
(tim) (14)8134-7696
(claro) (14)9135-6614

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Resultado Sorteio Bolsa Curso Picc Sobral - CE





 Inscritos: 

1- Lorena Medeiros
enfa_lorena@hotmail.com
PICC - SALVADOR-BAHIA

2- JOZILEIDE ANDRIOLA DOS SANTOS
JOZI-ENFERMEIRA@BOL.COM.BR
PICC- SALVADOR-BAHIA

3- Breno Rodrigues Alves, enfbrenoalves@gmail.com - Guanambi - BA, quero realizar o curso em Sobral. Obrigado


4- Joyce Sampaio de Figueiredo
dinha_bs13@yahoo.com.br
Brejo Santo Ceará
Quero realizar o curso em Sobral
obrigada

5- Marcia P. Almeida
almeida.p.marci@gmail.com
Gostaria de realizar o curso em Sobral-CE
Obg
!!...daaaa pra mimmmm por favorzinhuuuu rss

6- Gilvania F.Santos
vaniafreittas@hotmailcom
Ilhéus-Bahia
Obrigada!E boa sorte pra mim...

7- Valdiane Martins de Farias
valdiane.muniz@hotmail.com
Sobral-CE

COMO COMBINADO FOI REALIZADO O SORTEIO PELO RANDOM http://www.random.org/, FORAM 07 INSCRITOS NO SORTEIO DE UMA BOLSA PARA O CURSO DE PICC QUE OCORRERÁ EM SOBRAL NOS DIAS 18 E 19 DE AGOSTO O RESULTADO ESTÁ NA IMAGEM ACIMA FOI:

5- Marcia P. Almeida
almeida.p.marci@gmail.com
Gostaria de realizar o curso em Sobral-CE
Obg
!!...daaaa pra mimmmm por favorzinhuuuu rss

IREMOS ENTRAR EM CONTATO COM Marcia P. Almeida , PARA AVISÁ-LA DO RESULTADO, AOS OUTROS INSCRITOS OBRIGADO PELA PARTICIPAÇÃO.

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Curso PICC Belo Horizonte 25 e 26 Agosto 2012




Curso de habilitação para utilização, inserção, manutenção e cuidados com cateter central de inserção periférica (PICC-CIPP)adulto/pediátrico/neonatal
Data:  25 e 26 Agosto 2012 (sábado e domingo) das 8:00 as 18:00
Local: Hotel BH Palace
Nº de Vagas: 30
Carga Horária:20 horas
Investimento:4x 149,00 cheques ou VISA MASTERCARD, a vista 75 desconto.
Ligue: 0800 771 7012 
vivo (14) 9745 7635/9795 0190
oi (14) 8820 1016
claro(14)9135 6614
tim (14)8134 7696
Público alvo:Enfermeiros, Médicos e alunos do ultimo ano de Enfermagem
Obs:As matriculas deverão ser feitas com antecedência para envio do material de pré -estudo. No dia do evento os participantes receberão material apostilado.
Para se matricular, preencha a ficha de inscrição e nos encaminhe.
Caso você optar por cartão de crédito deverá ligar de fixo no 0800 771 1012  para efetuar o pg.
Pagamento com cheques-pré datados: A 1ª parcela deverá ser paga através de depósito/transferência em conta corrente, as outras 03 parcelas, com cheques pré-datados para 30/60/90/dias da data do curso e poderão ser entregues no dia do evento.
Somente com o pagamento da 1ª parcela o participante garante a matricula e recebe  o material para estudo e revisão de literatura.
Dados Bancários: Banco do Brasil  Ag 0133-3 C/C 22361-1  Favorecida: Zamignan & Zamignan
CNPJ 11.126.367/0001-72 .
Enviar comprovante para atendimento@cursosfutura.com.br ou fax 14 -3496 1016
Objetivos:
- Habilitar profissionais da Saúde para Inserção, Manutenção e Retirada do CCIP nas modalidades adulto/Neo/Ped;
- Reconhecer, Identificar e Tratar possíveis complicações relacionadas ao CCIP;
- Discutir estratégias para implantação do uso do CCIP em Serviços de Saúde.
Público Alvo: Enfermeiros, Médicos e Graduandos do último período de Enfermagem
Instrutora:
Juliana Simmons
Enfermeira Especialista em Neonatologia;
Capacitada em Inserção de PICC desde 2004;
MBA Gestãoem Produtos Hospitalares;
Auditoria em Sistemas de Saúde;
Consultora de artigos Neonatais.
Programa
1° DIA
8:00 – Abertura e entrega de materiais
8:15 – Histórico da terapia intravenosa/Qualificação Profissional
9:00 – 10:00 A qualidade da terapia intravenosa baseada na ética
e na segurança
10:00 – 10:15  Coffee break
10:15 – 11:00 Conceito de PICC/Indicação x Contra indicação
11:00 – 13:00 Anatomia dos vasos sanguineos
13:00 – 14:00 Almoço
14:00 – 15:00 Propriedades das soluções intravenosas
15:00 – 15:30 Seleção do cateter
15:30 – 15:40 Coffee-Break
15:40 – 17:00 Complicações relacionadas ao Picc e
Intervenções de Enfermagem
17:00 – 18:00 Cuidados de manutenção e remoção/Protocolos
2° DIA
8:00 – 09:30 Infecção relacionada ao Picc
9:30 – 09:40 Coffee break
09:40 – 12:00 Demostração prática
da Inserção
12:00 – 13:00 Almoço
13:30 – 16:30 Aula prática de inserção do
PICC realizada por cada participante
16:45 – 17:30 Avaliação escrita
18:00  Encerramento
MATERIAL FORNECIDO: 01 apostilila de pré-estudo, 01 apostila impressa colorida, 01 CD didático e 01 certificado.
Aulas teóricas e Práticas, dialogadas, simulações práticas com manequins nas modalidades adulto/pediátrico e Neonatal, discussão de casos clínicos, avaliações de radiografias, testes de conhecimente e avaliação prárica.
Será concedida a Habilitação para os alunos  que obtiverem nota igual ou superior a 7 nas avaliações e frequência superior a 85% do total das aulas ministradas.
CERTIFICADO VÁLIDO EM TODO O TERRITÓRIO NACIONAL E EMITIDO NO FINAL DO CURSO.
VAGAS LIMITADAS!!