Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Romanos 8:28

quarta-feira, 16 de maio de 2012

A atuação do profissional de enfermagem no esporte


A falta de exercícios pode acarretar diversos problemas de saúde. Levar uma vida sedentária provoca distúrbios no organismo como obesidade, estresse e doenças coronarianas. Por isso é importante manter alguma atividade física na rotina diária.
 
Estudos apontam a importância da prática constante e planejada de exercício físico para a saúde. Pessoas que praticam exercícios apresentam reflexos mais rápidos, capacidade de concentração e memória mais aguçada, além de terem boas noites de sono proporcionadas pela liberação de hormônios do estresse durante o exercício.
 
Uma das áreas de atuação que o profissional de enfermagem pode explorar são os esportes profissionais, afinal, para os atletas, a prática do esporte é a uma profissão. 
 
atuação do profissional de enfermagem nessa área é fundamental para o bom desempenho do corpo, visto que seu exercício profissional é focado na assistência qualificada e melhora de qualidade de vida do atleta, por meio do estímulo à prevenção de agravos e mudanças nos hábitos, o que traz implicações a qualidade de vida do atleta.
 
Na área de enfermagem do esporte há dois principais nichos: o primeiro é relacionado ao tratamento direto com os atletas, proporcionando todo tipo de atendimento necessário, e, o segundo, mais amplo, diz respeito à atividade física em geral realizada por qualquer pessoa.
 
 
 
Enfermagem x Esporte
 
Os profissionais de enfermagem e a equipe desportiva devem trabalhar em conjunto e sintonia, sempre visando à saúde do atleta. A atuação deve se focar nas seguintes atribuições:
 
- Prevenção de lesões, estudar a atividade desenvolvida e as possíveis lesões características na prática do esporte, elaborando técnicas de prevenção;
 
- Tratamento de lesões, aplicar a técnica PRICE – pressão, restrição momentânea de movimento, gelo, compressão e elevação;
 
- Orientação pré e pós-operatória do atleta;
 
- Efetivação de curativos, limpeza do ferimento, escoriações e retirada de pontos;
 
- Administração, controle e assepsia de instrumentos e materiais a serem utilizados;
 
- Administração medicamentosa, inclusive soluções fisiológicas, glicofisiológicas e reposições eletrolítica, observando sempre a prescrição médica;
 
- Orientação antidoping, efeitos colaterais e coleta de material para detecção do doping;
 
- Auxílio na fisiologia do esporte, administrar isotônicos, carboidratos e suplementes vitamínicos.
 
Observar
 
Ao profissional de enfermagem cabe observar os atletas de maneira a detectar qualquer agravo a sua saúde. Ficar atento ao condicionamento cardiovascular e cardiorrespiratório do atleta é essencial para a aplicação das técnicas necessárias, caso ocorra algum tipo de lesão, contusão ou mal súbito.