Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Romanos 8:28

sábado, 11 de junho de 2011

CARREIRA ÚNICA DE ESTADO PARA TODOS OS TRABALHADORES DO SISTEMA ÚNICO DA SAÚDE (SUS)

Tendo em vista a publicação da portaria SAS nº 248 de 02 de junho de 2011, do Ministério da Saúde, que institui o Grupo de Trabalho, objetivando elaborar estudo sobre a remuneração dos profissionais médicos no âmbito do Sistema Único de Saúde – SUS;
As diversas ações anti-isonômicas no tratamento aos demais profissionais da saúde, nas diversas instituições, e que se replicam por muitos anos, notadamente, com a anuência dos gestores para que os profissionais médicos cumpram jornadas de trabalho menores das contratadas, bem como, percebam salários ampliados com gratificações específicas que desmantelam os poucos planos de cargos existentes;
O desrespeito e a discriminação a que são submetidos os profissionais de enfermagem, tem criado dificuldades políticas na Câmara dos Deputados, para a aprovação do Projeto de Lei 2295/2000, que regulamenta a jornada de trabalho da enfermagem brasileira, em 30 horas semanais.
Que a portaria SAS nº 248 de 02 de junho de 2011, do Ministério da Saúde, mais uma vez, enseja a continuidade de uma política de recursos humanos, centrada na valorização exclusiva da categoria médica, em detrimento da equipe de saúde e da carreira única do SUS;
As diversas deliberações das Conferências Nacionais, Estaduais e Municipais de Saúde que reforçam a necessidade de uma Carreira Única para os Profissionais de Saúde do Sistema Único de Saúde;
Em respeito às demais profissões do setor saúde e aos 1,6 milhões de profissionais de Enfermagem, que representam mais de 58% da força de trabalho de saúde e executam mais de 70% de todas as ações do setor;
Registramos nosso descontentamento com a continuidade, por décadas, da aplicação de políticas de gestão de pessoas no Sistema Único de Saúde, que visam atender aos interesses corporativos de apenas uma profissão do setor.
O Conselho Federal de Enfermagem, em sua 403ª Reunião Ordinária de Plenário, de 09 de junho de 2011, manifesta a necessidade de que o Ministério da Saúde implemente uma Carreira Única para os Trabalhadores do Sistema Único de Saúde, com um Plano de Cargos e Salários que valorize todos os profissionais que tanto labutam em defesa da vida dos brasileiros.


MANOEL CARLOS NERI DA SILVA



Presidente do Cofen

fonte: http://site.portalcofen.gov.br/node/7027