Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Romanos 8:28

sábado, 12 de março de 2011

O QUE É COQUELUCHE? (Tosse Comprida)


O que é coqueluche ou tosse comprida?

A “tosse comprida” ou coqueluche é uma das doenças mais comuns da infância. Foi descrita adequadamente pela primeira vez em 1578.
É uma doença infecciosa aguda do trato respiratório e de alta contagiosidade. Provoca tosse paroxística de intensidade variável com duração de várias semanas.


Etiologia da doença (de onde ela vem)

A Bordetella pertussis é uma bactéria aeróbica, Gram negativa, com formato de cocobacilo.

Patogenia

A infecção resulta da colonização, rápida multiplicação e produção de toxinas, a tosse tem carater explosivo, levando a rápida exaustão do doente, e pode associar-se a náusea, vômitos, cianose e convulsão.

Prevenção - Vacina

Vacina Triplice Bacteriana (DTP)
É produzida a partir de colônias de bactérias de fase 1 inativadas por diversos mecanismos (formol, calor, timerosal). A seguir é combinada com os toxóides tetânico e diftérico e adsorvida em sais de alumínio. O preservante é o timerosal, devendo ser conservada entre +2 e +8°C, por um prazo máximo de até 18 meses. Todas as vacinas contêm 4UI de conteúdo pertussis.

É aplicado nos 2 meses, após 4 meses, e 6 meses, primeiro reforço aos 15 meses, segundo reforço entre 4 e 6 anos de idade.

Eventos Adversos

Eventos adversos no período de 48 horas após aplicação da vacina tríplice DTP
Eventos adversos locais
Freqüência (*)

Vermelhidão
1/3 doses

Edema
2/5 doses

Dor
1/2 doses

Eventos adversos sistêmicos
Freqüência (*)

Febre
1/2 doses

Sonolência
1/3 doses

Irritabilidade
1/2 doses

Vômito
1/15 doses

Anorexia
1/5 doses

Choro persistente, inconsolável (com duração igual ou maior que três horas)
1/100 doses

Febre (temperatura igual ou maior que 40,5ºC)
1/330 doses

Colapso (episódio hipotônico-hiporresponsivo)
1/1.750 doses

Convulsão (associada ou não com febre)
1/1.750 doses


Sempre que ocorrer algum desses sinais ou sintomas retornar ao posto de saúde em que você vacinou sua criança e relatar o que ocorreu a equipe de saúde.