Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Romanos 8:28

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Motolâncias do Samu começam a atender na Paraíba


O Samu/192 (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) da Prefeitura de Campina Grande passa a contar, a partir da próxima quarta-feira, 1º, com o auxílio de cinco motolâncias, que passam a realizar atendimentos à população e reforçam a frota composta atualmente por 12 ambulâncias, sendo duas USA (Unidades de Suporte Avançado) e dez USB (Unidades de Suporte Básico). Para demonstrar o funcionamento das motolâncias, será realizada na quarta-feira, às 9h, no pátio do Samu, a simulação de um atendimento para que a população conheça, através da imprensa, como será realizado o trabalho.
As motolâncias pretendem dar ainda mais agilidade ao atendimento, reduzindo o tempo de chegada ao local das ocorrências e diminuindo o risco de sequelas e complicações à saúde do paciente, explicou o coordenador geral do serviço, o médico Milton Oliveira. As motos são equipadas com DEA (Desfibrilador Externo Automático), medicamentos e material para suporte básico de vida. O condutor do veículo, que é um técnico de enfermagem, recebeu qualificação para realizar esse tipo de intervenção.
Dois oito técnicos de enfermagem treinados pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) para pilotar as motolâncias, uma delas, Sílvia Rejane de Melo, será a primeira mulher da Paraíba e a segunda da região Nordeste a realizar esse serviço. A profissional, que tem 50 anos de idade, 30 como técnica de enfermagem e 20 como motociclista, disse que pela experiência que possui, foi indicada pelos coordenadores do Samu para realizar a capacitação.
Sílvia encara tudo como um grande desafio e disse estar consciente da responsabilidade, principalmente pelo fato de ser a primeira mulher e pelo Samu ser um serviço tão importante para a população. O segredo, conta a técnica de enfermagem, é gostar do que faz.
As motolâncias, assim como os novos equipamentos recebidos pelo Samu, garantem ainda mais qualidade ao atendimento da população que necessita do serviço e que somente no primeiro semestre deste ano, realizou um total de 11.314 atendimentos.

fonte: http://www.revistaemergencia.com.br/site/content/noticias/noticia_detalhe.php?pagina=1&id=JyjiAAjb