Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Romanos 8:28

quarta-feira, 12 de maio de 2010

12 de maio de 2010 “Dia do Enfermeiro e Enfermeira”



Feliz Dia do Enfermeiro!

No dia 12 de maio se comemora o Dia do Enfermeiro, data comemorativa pelo nascimento de Florence, enfermeira precursora da Enfermagem no mundo, que em 1854 na Guerra da Criméia prestou assistência a 4.000 feridos. Atualmente a Enfermagem não é somente arte, mas uma ciência! O Enfermeiro dentro da sua profissão alicerça seus atos formados e mantidos pela graduação e pós graduação. Ser Enfermeiro é além de tudo ser ético, humano e dinâmico na busca de um processo interpessoal enfermeiro-cliente, produzindo cidadania e bem estar… Parabéns Enfermeiro! Pela história, pela luta, pela dignidade, pelo respeito e a vitória dentro da profissão!

Origem da Profissão

Desde os tempos do Velho Testamento, a profissão de enfermeiro já era reconhecida por aqueles que cuidavam e protegiam pessoas doentes, em especial idosos e deficientes, pois nessa época, tais atitudes garantiam ao homem a manutenção da sua sobrevivência.
Nessa época e durante muitos séculos, a enfermagem estava associada ao trabalho feminino, caracterizado pela prática de cuidar de grupos nômades primitivos.
Com o passar dos tempos, as práticas de saúde evoluíram e, entre os séculos V e VIII,
a Enfermagem surge como uma prática leiga, desenvolvida por religiosos como se fosse mais um sacerdócio. Sendo assim, tornou-se uma prática indigna e sem atrativos para as mulheres da época, pois consideravam o trabalho como um serviço doméstico, o que atestava queda dos padrões morais que sustentavam, até então, o trabalho da enfermagem.
Mesmo com essa crise da profissão, a evolução do trabalho associado ao reconhecimento da prática, em meados do século XVI, a Enfermagem já começa a ser vista como uma atividade profissional institucionalizada e, no século XIX, vista como Enfermagem moderna na Inglaterra.
A partir daí, foram catalogadas definições e padrões para a profissão e a ANA (American Nurses Association) define a Enfermagem como “uma ciência e uma arte, levando em consideração que o objetivo principal do trabalho é o de cuidar dos problemas reais de saúde, por meio de ações interdependentes com suporte técnico –científico, bem como reconhecer o papel significativo do enfermeiro de educar para saúde, ter habilidades em prever doenças e o cuidado individual e único do paciente”.