Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Romanos 8:28

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Campanha do Samu visa conscientização em Piracicaba

De cada 10 mil ligações que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, Samu, recebe por mês, apenas três mil são de pessoas que realmente necessitam de atendimento urgente. Os outros 70%, de acordo com o médico Ariovaldo Marques, coordenador do Samu, ocupam a linha 192 de forma inadequada, para pedir informações sobre endereços, números de telefones e outras reclamações que não cabem ao setor resolver ou passar trotes.
Marques diz que, por conta desse grupo que liga indevidamente, e fica ocupando a linha enquanto tem gente realmente precisando de socorro, está sendo estudado o lançamento de uma campanha denominada "Amigos do Samu", para o segundo semestre deste ano. O lançamento foi confirmado à Gazeta pela assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde de Piracicaba.
No ano passado, segundo o coordenador, o 192 atendeu 16.589 ocorrências envolvendo casos clínicos, psiquiátricos, gineco-obstetrícia, traumas e cirúrgicos. Também conduziu 7.338 pacientes para internação e atendeu 888 acidentes de trânsito. Geralmente, as unidades do Samu atendem vítimas em estado grave.
O telefone de emergência recebeu 120.849 ligações em 2009. "São muitas ligações, mas pequena parte é para atendimento emergencial realmente", diz o médico. Outro problema vivido no Serviço, de acordo com ele, é que quando alguém liga pedindo ambulância o atendente faz algumas perguntas e os cidadãos reclamam.
São questionamentos de extrema importância, segundo ele. "É a resposta da pessoa, que vai definir se vamos enviar somente uma ambulância comum ou a UTI Móvel. As pessoas não entendem, porque estão desesperadas e passam a nos questionar. Posso garantir que o questionário não dura mais do que três minutos".
Marques diz que manter a calma é extremamente importante. "Quanto mais a pessoa ficar calma, mais rápido responderá as perguntes e mais rápido ainda poderemos estar despachando a ambulância ou a UTI Móvel. Também é importante que o solicitante esteja bem próximo da vítima, para ir nos passando detalhes. Quanto mais informações nos der, melhor será a triagem e a resposta ao chamado".
Ele acrescenta que todo solicitante "é um amigo do Samu". "Não queremos que as pessoas deixem de ligar. Só estamos tentando estreitar nossos laços com a população, para que ela conheça melhor nosso serviço e faça o uso correto dele. Jamais podemos soltar ambulâncias aleatoriamente, porque se liberarmos todas, quando entrar um chamado grave não teremos veículos para atender".

Represálias

Cada ambulância, segundo o coordenador, percorre cerca de 150 quilômetros por dia. Dependendo do bairro em que vai atender, os enfermeiros e motoristas - até mesmo os médicos - são recebidos com pedradas. Segundo Iara Sendin, enfermeira-chefe, as pessoas agridem os socorristas por vários motivos.
"Às vezes acham que ambulância demorou e, em outras ocasiões, protestam quando uma pessoa é socorrida. São aqueles casos em que a vítima acabou de cometer um crime. Muita gente não entende que estamos ali para ajudar e salvar vidas", declara.
Jorge dos Santos, coordenador administrativo do Samu de Piracicaba, ressalta que cada vez que alguém atira pedras na viatura está destruindo o que é da população. "Quem pensa que não paga por uma unidade do Samu está totalmente enganado. Os gastos com as unidades estão no IPTU e demais impostos. Os gastos que temos com material de socorro também são pagos pelo povo, porque isso é comprado para o Samu utilizar. Por isso é importante que as pessoas tenham consciência e preservem o que é delas".

Composição

O Samu de Piracicaba tem 18 médicos e o diretor técnico é Orivaldo Macruz. O atendimento do 192 é feito por duas pessoas, já que existem duas linhas, que se revezam fazendo com que o serviço funcione 24 horas.
Para a campanha, a Coordenação está pensando em elaborar cartilhas ou trabalhar com a mídia. As comunidades também serão envolvidas e poderão receber prêmios.

Emergência
192 é o telefone do Serviço de Atendimento Móvel (Samu)

SAMU

2009 - 120.849 atendimentos
16.589 - casos clínicos, psiquiátricos, ginecologia e obstetrícia e traumas
12.176 transportes realizados em geral, sendo que 7.338 foram internações feitas pelo Samu
888 - acidentes atendidos
Fonte: Samu de Piracicaba

Projeto visa reduzir trotes

Para reduzir a quantidade de trotes passados no 192, o Samu criou um projeto denominado Samu na Escola. Segundo apurou a Gazeta, houve redução de 15% nos casos de trotes. Em um ano e meio do projeto, segundo a técnica em enfermagem Solange Spironello, 22 mil crianças e adolescentes já conheceram o serviço e foram conscientizadas de que é preciso ligar quando realmente necessita.
A partir de maio, já têm duas escolas que receberão o programa de acordo com Solange. Para as crianças, segundo ela, são mostrados slides sobre o serviço. Já os adolescentes têm acesso à fotografias de ocorrências, em que Solange mostra o que o impacto causa num veículo, entre métodos de atendimentos.
Solange diz que o trabalho deu tão certo, que ela criou uma comunidade no Orkut. É só acessar "Samu Piracicaba" e fazer parte.
Ainda dentro do Orkut ela conversa on-line com pais de alunos e também com os próprios estudantes. O acesso é "Sol Samu 192". O e-mail dela é samupiracicaba@yahoo.com.br. Para mais informações sobre o Samu nas Escolas, segundo ela, as escolas podem ligar para (19) 3437-2700, em horário comercial e de segunda a sexta-feira. Falar com Iara.


fonte: http://www.revistaemergencia.com.br/site/content/noticias/noticia_detalhe.php?pagina=1&id=A5jbA5