Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Romanos 8:28

terça-feira, 9 de março de 2010

Síndrome Respiratória Aguda Grave

Manifestações

As manifestações da Síndrome Respiratória Aguda Grave são semelhantes às da gripe: febre alta de início súbito, tosse seca, dor no corpo, na cabeça e na garganta. Além disto, pode ocorrer falta de ar, perda do apetite, mal estar, confusão mental, exantema e diarréia. O exame de sangue (hemograma) pode evidenciar uma diminuição acentuada das plaquetas (trombocitopenia) e dos leucócitos (leucopenia), o que de modo algum confirma o diagnóstico da doença. A maioria dos casos (mais de 80%) começa a apresentar melhora após uma semana de doença, porém alguns evoluem de forma grave e, eventualmente, podem necessitar do uso de próteses respiratórias ("respiradores"). A letalidade média da Síndrome Respiratória Aguda Grave, que depende de fatores como idade, presença de doenças associadas e recursos disponíveis para tratamento, é estimada atualmente em cerca de 15%.

Síndrome Respiratória Aguda Grave:
faixa etária e letalidade estimada


--------------------------------------------------------------------------------
Faixa etária (anos) Letalidade (%)
--------------------------------------------------------------------------------
< = 24 < 1
25 a 44 6
45 a 64 15
> 65 >50
--------------------------------------------------------------------------------
Fonte: OMS, 07/05/2003