Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Romanos 8:28

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

CONHEÇA OS DIVERSOS TIPOS DE FERIMENTOS




FERIMENTOS FECHADOS

Contusão

São lesões produzidas por objetos contundentes que danificam o tecido subcutâneo subjacente sem ocorrer o rompimento da pele, e a mesma se mantém integra. Os ferimentos fechados podem ser divididos em 3 grupos:
EDEMA, HEMATOMA E EQUIMOSE.

EDEMA

É a elevação e palidez da pele na área que ocorreu o impacto, que surge de 1 a 3 minutos após acontecer o trauma.

HEMATOMA

É o extravasamento de sangue entre os tecidos (tecido subcutâneo, fáscia, músculo e órgãos), com formação de aumento de volume pela ruptura de vasos.

EQUIMOSE

É o extravasamento de sangue no tecido subcutâneo, em consequência à ruptura de capilares, sem ocorrer o aumento de volume. As equimoses, exceto as espontâneas e as post-mortem, atestam que ocorreu ação contundente, esse extravasamento forma uma mancha de coloração preto azulada (característica), que com a progressiva reabsorção vai se modificando.

FERIMENTOS ABERTOS

É qualquer ferimento onde há rompimentos da integridade da pele.
O ferimento é resultado de um trauma de alta ou baixa energia, e variam conforme a superfície de contato com o agente.

TIPOS DE FERIMENTOS ABERTOS

Ferimento Incisivo/Cortante

É o ferimento produzido pela ação de deslizamento de agentes cortantes, afiados, capazes de penetrar na pele, onde produzem uma ferida linear com bordas regulares e pouco traumatizadas.

Ferimento Corto-Contuso

È o ferimento causado por objeto com superfície romba, capaz de romper a integridade da pele, produz feridas com bordas traumatizada, além de contusão nos tecidos, exemplo de instrumento característico que produz o ferimento corto-contuso é o machado, facões sem fio, guilhotina, rodas de trem entre outros.

FERIMENTO PERFURANTE

É um ferimento oriundo de trauma de um objeto fino e pontiagudo, que é capaz de perfurar a pele e tecidos subjacentes, produzindo uma lesão cutânea puntiforme ou linear de bordas regulares ou não. Os objetos característicos desse tipo são classificados conforme seu calibre, exemplos:
Calibre pequeno: agulha, espinho, alfinete, prego, entre outros.
Calibre médio: ferro de construção com ponta, flexa roliça, picador de gelo, entre outros.

FERIMENTO PERFUROCORTANTE

É o ferimento onde o agente de superfície de contato laminar e pontiagudo, onde a ponta fura e o gume corta.

FERIMENTO PERFUROCONTUSO

É o ferimento onde o agente agressor perfura a pele e é de superfície romba.

FERIMENTO POR ARMA DE FOGO

É um tipo de ferimento perfurocontusa, podendo ser ou não penetrantes e/ou transfixiantes, geralmente é grave.

FERIMENTO TIPO ESCORIAÇÃO

É o ferimento produzido pelo atrito de uma superfície áspera e dura contra a pele.

FERIMENTO TIPO AVUSÃO OU AMPUTAÇÃO

É o ferimento o qual a lesão parte do corpo é cortada ou arrancada, podendo ser membros ou parte de membros, orelha, nariz, dentes, entre outros.

FERIMENTO TIPO LACERAÇÃO

É o ferimento o qual o mecanismo de ação é a pressão, ou tração exercida sobre o tecido, no qual causa lesões irregulares, geralmente são mordidas de animais.

FERIMENTO TIPO ESMAGAMENTO

É o ferimento o qual o tipo de lesão é produzido por um objeto de grande porte, ou com muita força, produzindo compressão e distorção de todos os planos anatômicos do indivíduo.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

MENSAGEM AOS FORMANDOS - PORTAS IÇAMI TIBA


MENSAGEM PARA TODOS OS FORMANDOS DE GRADUAÇÃO DE ENFERMAGEM





Chegou o grande dia, Senhor, chegou o dia da despedida. Do troféu. O troféu é o nosso diploma. Galgamos o cume de um monte de onde se descortinam vários caminhos. Caminhos que serão percorridos de acordo com a vocação e as escolhas de cada um. Chegou o dia do fim. O dia do começo.
E, como em todas as formaturas é dia de gratidão. Gratidão a ti meu, Deus. Autor da vida e de tudo o que existe. Gratidão aos pais, professores, funcionários, amigos. E todas essas pessoas que foram afinando as vozes para que o corpo pudesse entoar sua canção. A canção esta pronta. É só começar o espetáculo. A cada espaço de tempo, um sinal era tocado para que as pessoas se preparassem para o momento da estréia. A estréia é hoje. Tudo já foi ensaiado. É claro que sempre falta um detalhe aqui ou ali. Mas tudo está pronto para começar. E a vida aguarda os novos artistas. E o mundo está sedento do talento desses jovens que saem da gruta sem medo de enfrentar as feras que surgiram pelo caminho. Estão armados. Porque ter medo? Armados de valores,de conhecimento, de amor. Armados para derrotar o que deve ser derrotado e fazer tremular, no mais alto mastro, a bandeira da vida, iluminada com o sinal da paz.
O tempo passou rápido demais. No começo, movia-se devagar. Os primeiro dias. Os primeiros contatos, tudo era novidade. Cada novo momento parecia difícil de ser aprendido. As notas foram ganhando sonoridade. O som agradável foi contagiando toda a escola. E os estudantes foram crescendo, tal qual aurora que todos os rincões do mundo. E essa luz que vinha das conversas, dos risos, das pequenas discussões que faziam da escola um espaço de magia. E todo o reino era tomado por um sentimento único de esperança. Alias, no reino encantado da escola, os príncipes e princesas tem o dever de ensinar a sonhar. Apenas isso e nada mais. E isso já é o bastante.
O sonho está mais vivo do que nunca neste dia. A caverna já cumpriu sua missão. Não é possível mais viver em seus seguros espaços. É preciso sair para o mundo. É preciso deixar na caverna tantos momentos lindos que marcaram nossa história.
Toda cumplicidade dos maestros que lá estavam e que anunciavam a luz que nos aguardava. É preciso levar da caverna os sentimentos corretos. A determinação de não nos acomodarmos com o que esta acontecendo de errado. Aprendemos que nunca deveríamos negligenciar os nossos valores, os nossos ideais. E seremos fieis a essa vocação.
Hoje é o dia da formatura. E a emoção desse dia tem de ser um marco que nos proteja do crime da acomodação e da apatia. Que a juventude que temos seja eterna, e que desejo de mudar o mundo saia da utopia e habite a realidade. Esta é a nossa oração. Este é nosso interno amoroso. Estamos prontos. Saudosos de um passado recente. Mas prontos. Podem abrir as cortinas. O espetáculo vai começar. Proteja-nos, Senhor nesta e em todas as nossas apresentações. Não podemos desanimar.

sábado, 24 de julho de 2010

FRASE DO SOCORRISTA


O SENTIMENTO QUE LEVA UM SOCORRISTA A SALVAR UMA VIDA É O MESMO DE UM SER HUMANO APAIXONADO, SÓ PODE AVALIAR QUE JÁ AMOU......

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Mensagem de Reflexão - DEUS CAPACITA OS ESCOLHIDOS


É hora de pararmos para pensar e refletir no que Deus quer nos mostrar, reparto com vocês essa linda mensagem.

Conta certa lenda,que estavam duas crianças patinando num lago congelado.
Era uma tarde nublada e fria e as crianças brincavam despreocupadas.
De repente, o gelo se quebrou e uma delas caiu, ficando presa na fenda que se formou.
A outra, vendo seu amiguinho preso e se congelando, tirou um dos patins
e começou a golpear o gelo com todas as suas forças, conseguindo por fim
quebrá-lo e libertar o amigo.
Quando os bombeiros chegaram e viram o que havia acontecido,
perguntaram ao menino:
- Como você conseguiu fazer isso?
É impossível que tenha conseguido quebrar o gelo,
sendo tão pequeno e com mãos tão frágeis!
Nesse instante, um ancião que passava pelo local,
comentou:
- Eu sei como ele conseguiu.
Todos perguntaram:
- Pode nos dizer como?
- É simples - respondeu o velho.
- Não havia ninguém ao seu redor,
para lhe dizer que não seria capaz.

"Deus nos fez perfeitos e não escolhe os capacitados,

CAPACITA OS ESCOLHIDOS.
Fazer ou não fazer algo só depende
de nossa vontade e perseverança


Mt 22:14- Porque muitos são chamados.
MAS POUCOS OS ESCOLHIDOS.

Confie...

As coisas acontecem na hora certa.
Exatamente quando devem acontecer!
Momentos felizes, louve a Deus.
Momentos difíceis, busque a Deus.
Momentos silenciosos, adore a Deus.
Momentos dolorosos, confie em Deus.
Cada momento, agradeça a Deus.


Thais Travaglia

segunda-feira, 8 de março de 2010

Diferenças Básicas entre os Profissionais de Enfermagem


Quanto à Escolaridade

ENFERMEIRO - Superior Completo, Terceiro Grau

Técnico de Enfermagem - Ensino Médio, Segundo Grau

Auxiliar de Enfermagem - Ensino Fundamental, Primeiro Grau


Quanto à Duração do Curso

ENFERMEIRO - 4 anos

Técnico de Enfermagem - 1 ano
Auxiliar de Enfermagem - 1 ano

Quanto à Competência no Pré-Hospitalar

(Portaria n.º 814/GM, de 01 de junho de 2001)

ENFERMEIRO

- supervisionar e avaliar as ações de enfermagem da equipe no Atendimento Pré-Hospitalar Móvel;

- executar prescrições médicas por telemedicina;

- prestar cuidados de enfermagem de maior complexidade técnica a pacientes graves e com risco de vida, que exijam conhecimentos científicos adequados e capacidade de tomar decisões imediatas;

- prestar a assistência de enfermagem à gestante, a parturiente e ao recém nato;

- realizar partos sem distócia;

- participar nos programas de treinamento e aprimoramento de pessoal de saúde em urgências, particularmente nos programas de educação continuada;

- fazer controle de qualidade do serviço nos aspectos inerentes à sua profissão;

- subsidiar os responsáveis pelo desenvolvimento de recursos humanos para as necessidades de educação continuada da equipe;

- obedecer a Lei do Exercício Profissional e o Código de Ética de Enfermagem;

- conhecer equipamentos e realizar manobras de extração manual de vítimas.

Técnico de Enfermagem

- assistir ao enfermeiro no planejamento, programação, orientação e supervisão das atividades de assistência de enfermagem;

- prestar cuidados diretos de enfermagem a pacientes em estado grave, sob supervisão direta ou à distância do profissional enfermeiro;

- participar de programas de treinamento e aprimoramento profissional especialmente em urgências/emergências;

- realizar manobras de extração manual de vítimas.

Os 10 Mandamentos do Socorrista


1. Manter sempre a calma;

2. Pensar sempre na ordem de segurança quando estiver prestando socorro; a) Primeiro "EU" (a minha segurança - do socorrista); b) Depois a da minha equipe e dos transcendentes; c) E por último a vítima;

3. Ao prestar socorro, deverá ligar ao atendimento Pré - Hospitalar já organizando, pelos números 193.

4. Antes de agir, verificar se há riscos no local para você e sua equipe.

5. Manter sempre o bom senso, que é nato do socorrista.

6. Manter sempre, o espírito de liderança, podendo ajuda e afastando os curiosos, que quase sempre atrapalham.

7. Distribui tarefas, assim os curiosos, que poderão ajudar sem atrapalhar;

8. Evitar manobras intempestivas (com pressa), mas certas e urgentes;

9. Em casos de várias vítimas, dê preferência para aquelas que correm maior risco de vida, após a triagem das mesmas (paradas cardíacas ou sangramento);

10. Seja socorrista e não herói. Que adianta salvar, se não tiver em mente transcrito o segundo mandamento.

Autor desconhecido.

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Ambulância de Suporte Básico de Vida - SAMU 192


Veículo destinado ao transporte inter-hospitalar de pacientes com risco de vida conhecido e ao atendimento pré-hospitalar de pacientes com risco de vida desconhecido que, no entanto, não apresente potencial necessidade de intervenção médica no local ou durante o transporte .
Um dos níveis de resposta do serviço de APH, a um pedido de atendimento urgente.
O envio da ambulância de SBV é decisão do médico regulador.
A equipe de suporte básico de vida é constituída por um técnico de enfermagem e o motorista-socorrista.

Competências
Os profissionais de enfermagem da equipe de SBV deverão estar habilitados a realizar ações de suporte da vida, previstas na Lei do Exercício Profissional. admitindo-se que, sob delegação / supervisão direta ou à distância do enfermeiro e quando devidamente capacitados, exe cutem prescrição médica por telemedicina através da orientação do médico regulador do SAMU, no âmbito de sua qualificação profissional.
Assim sendo a equipe de SBV deve ser capaz de: Reconhecer sinais precoces de disfunção respiratória; Aferir FC, PA, P,T, glicemia e saturação de O2;
Iniciar medidas de manutenção da vida; Manejar equipamentos de suporte ventilatório;
Realizar prescrição médica sob supervisão do enfermeiro, dominar técnicas de administração de medicamentos Reconhecer sinais precoces de doenças circulatórias agudas Realizar monitorização cardíaca e eletrocardiográfica Ser capaz de avaliar o politraumatizado grave Estar habilitado a auxiliar o trabalho de parto normal
Reconhecer e manejar adequadamente o TCE, TRM, queimados, traumas na gestante e na criança, entre outros traumas.
Ter conhecimento e habilidade para realizar ações de salvamento aquático, terrestre e em altura, com produtos perigosos.

Fases do Atendimento de SBV

Recebimento, identificação e localização do pedido de atendimento de urgência pelo TARM(Técnico auxiliar de regulação médica); Avaliação pelo médico regulador do risco do evento; Decisão de enviar uma equipe de suporte básico de vida ao local.

O Atendimento no local:

Realizar a avaliação inicial do paciente, reportar via rádio ao médico regulador A equipe de suporte básico deve repassar via rádio para o regulador todas as informações obtidas, para subsidiar a decisão médica sobre intervenções possíveis de serem realizadas para estabilização e indicação do serviço de saúde mais adequado à resolução do problema seguindo a grade hierarquizada e regionalizada.
Transporte ao serviço de saúde indicado pelo médico regulador. Passagem do caso à equipe do serviço receptor. Encerramento do caso junto à Central-SAMU.