Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Romanos 8:28

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Projeto permite terceirizar rede de saúde

Governo não repassa informação sobre contratos com as OSs para análise, diz TCE

A Assembleia deve votar ainda nesta semana um projeto de lei do governador José Serra que abre precedentes para terceirizar toda a rede de saúde do Estado por meio de contratos com as chamadas organizações sociais (OSs), entidades privadas sem fins lucrativos.

Como o governo tem maioria no Legislativo, o projeto deve ser aprovado. Pelo projeto, a principal alteração é a permissão para que as OSs atuem nos serviços de saúde já existentes.

Antes, isso era permitido apenas para novos serviços. Hoje, 25 hospitais estaduais são administrados por essas organizações. O Estado garante que o modelo ampliou o atendimento em 25% e reduziu o custo em 10%, segundo a Folha de S.Paulo.

O TCE (Tribunal de Contas do Estado) vê a terceirização com ressalvas. O modelo também é criticado por servidores.