Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Romanos 8:28

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Programa de Residência em Enfermagem


O 6º Congresso Nacional de Residência em Enfermagem (6º CONARENF) foi aberto oficialmente, com a Conferência "Programa de Residência em Enfermagem: o relativismo entre as dimensões teóricas e práticas", da Profa. Jeanne Liliane Marlene Michel, e presidida pela Profa. Julita Correia Feitosa, vice-presidente do COFEN. A discussão inicial diz respeito ao Programa de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde dos Hospitais Universitários (HUs) Federais, previsto para entrar em vigor em 2010. Trata-se de uma residência do Governo Federal para compor equipes multidisciplinares. "É importante também destacar a discussão de incluir na Comissão Nacional de Residência Multiprofissional, uma representação de conselhos profissionais", observa Profa. Julita. "Este é um dos motivos que nos moveu a trazer essa discussão ao Conaref."

Jeanne Liliane Marlene, coordenadora geral de Residências em Saúde do MEC, disse: "Nós temos de aprender a trabalhar de forma multidisciplinar. Enquanto estivermos isolados, a saúde não vai progredir". Um dos objetivos do programa é trabalhar os profissionais para que eles possam atender desde a atenção à comunidade até o ambiente intra-hospitalar de alta complexidade, envolvendo ainda a reabilitação. A meta do programa é proporcionar a maior integração das equipes de saúde, da saúde básica, redução do tempo de internação dos pacientes, humanização da assistência e a integração entre a Residência médica e a Residência multiprofissional, além de um alinhamento às demandas do SUS.

Para Liliane Souza, estudante de enfermagem de Campinas (SP), uma das congressistas presentes, a palestra deu-lhe um outro significado. "Para nós que estamos nos formando, esta é uma alavanca essencial. A gente sai da universidade com a sensação de que está faltando algo e, por meio desse programa de Residência, a Enfermagem não vai ficar só. Estaremos integrados com outros profissionais".

Nesta quarta-feira, último dia do CONARENF, a Profa. Julita convida os congressistas a participarem das palestras sobre Avaliação por competências e a Enfermagem baseada em evidências. "Lembro que o nosso encontro é uma prática da integração em rede. O evento tem seis anos, enquanto o CBCENF tem 12. Isso é uma integração em benefício do profissional de Enfermagem".

fonte:http://www.portalcofen.gov.br/2007/materias.asp?ArticleID=9995§ionID=38