Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Romanos 8:28

terça-feira, 1 de setembro de 2009

APH 2009


São Paulo/SP -
Palestras qualificadas e voltadas à atuação profissional foram o principal destaque do APH 2009 (2º Seminário Nacional de Atendimento Pré-Hospitalar de Emergências e de Resgate de Acidentados), que termina hoje. O evento paralelo à 3ª Expo Emergência – Feira de Resgate, Atendimento Pré-Hospitalar, Combate a Incêndio e Emergências Químicas, proporciona uma ampla discussão sobre os sistemas de APH no Brasil, incluindo a otimização dos recursos, a relação com os usuários, gestores, hospitais e demais serviços, além da aplicação do APH em empresas, condomínios comerciais, consultórios e clínicas.

O primeiro dia de evento teve início com a palestra Política Nacional de Atenção às Urgências ministrada pelo médico coordenador Geral de Urgência e Emergência do Ministério da Saúde (Samu Nacional) – Brasília/DF, Clésio Mello de Castro. "Esse evento apresenta uma linha que é a integração científica. A segunda é a tecnológica, com a feira, que é muito importante para a atualização. Em um evento desse porte, que é nacional, vamos produzir muito material e avançar na questão do APH no país", diz Clésio.

Durante o último dia do evento serão debatidos temas como: impacto da lei seca no APH, tecnologias e inovações, o APH em catástrofes no Brasil - Experiência em SC, atendimento pré-hospitalar como agente transformador da atenção integral ás urgências, ética, saúde do profissional (insalubridade, periculosidade, a ergonomia e carga horária, o burnout) e comportamento ético do profissional em frente a mídia.

Durante o intervalo do primeiro e segundo dia de seminário, das 12h às 14h, foram apresentados painéis de trabalhados selecionados sobre experiências em Atendimento Pré-Hospitalar.


Confira mais informações e fotos no site: www.expoemergencia.com.br